3 destinos imperdíveis para conhecer a Floresta Amazônica

No post de hoje, separamos três destinos ideais para quem quer conhecer a Amazônia. Confira!

1- Manaus – Amazonas

Em Manaus, existem duas formas principais de experimentar a Floresta Amazônica: hospedando-se em um dos chamados hotéis de selva, ou fechando um pacote de cruzeiro fluvial pelos rios da região. Ambas as opções oferecem excelentes benefícios. No caso dos hotéis, o turista pode ficar hospedado em acomodações no meio da selva, ficando em contato direto com a floresta e conhecendo bem a região e seus habitantes. Já no caso dos cruzeiros, é possível vivenciar todo o esplendor dos rios amazônicos, dormindo e acordando cada dia em um lugar diferente.

Os principais passeios da região de Manaus são as trilhas aquáticas, a visitação aos botos cor-de-rosa, comunidades indígenas, ver a pesca da piranha, o encontro das águas do Rio Solimões e o Rio Negro, passeios de canoa pelos igapós (floresta inundada) e curtir as praias fluviais (nos períodos de seca).

O município amazônico vizinho de Manaus, Presidente Figueiredo, conta com mais de 150 cachoeiras, diversas grutas e corredeiras, tudo em meio à Floresta Amazônica preservada. A cidade, que costuma ser o destino dos manauaras para lazer, tem trilhas de variadas dificuldades, e é a capital regional dos esportes de aventura, como rafting, boia cross, caiaque, tirolesa, rapel e arvorismo.

rio-amazonas-brasil

2. Boa Vista – Roraima

Não é apenas no estado do Amazonas que é possível entrar em contato com a Amazônia. Boa Vista, a capital de Roraima, é um dos destinos mais maravilhosos da região setentrional do país. O Parque Nacional do Monte Roraima é a entrada para conhecer o platô que abriga o Monte Roraima, um dos pontos mais altos de todo o país, com 2.734 metros de altura. O Parque conta com paisagens de tirar o fôlego, paredões, cachoeiras e lagos, na divisa do Brasil com a Venezuela e a Guiana.

A capital do estado, Boa Vista, também é famosa por suas praias fluviais, em especial as Praias do Cauamé, rio afluente do Rio Branco, que possuem águas cristalinas, cercadas pela Floresta Amazônia. Em Roraima também está localizado um dos maiores sítios arqueológicos da região, o Pedra Pintada, conhecido por suas pinturas rupestres. Além disso, o estado de Roraima possui 46% do seu território ocupado por terras indígenas, o que torna sua cultura uma rica mistura entre a indígena, a lusitana e a dos imigrantes de diversos outros estados brasileiros.

Roraima

3- Salto Ángel – Venezuela

Santo Ángel, também conhecida por Angel Falls, é a maior cachoeira do mundo: são 979 metros de altura com 807 metros de queda d’água livre.

Salto Ángel se encontra no Parque Nacional Canaima, que foi declarado o patrimônio da humanidade pela Unesco no ao de 1994, e fica na Venezuela bem próximo à fronteira com o Brasil e a Guiana Francesa.

A cachoeira faz parte da região onde se inspiraram os criadores da animação Up – Altas aventuras, chamada no filme do nome ficcional de Paradise Falls.

Os passeios na região podem ser feitos por terra, com belíssimas trilhas em meio à floresta, por ar, com pequenos aviões, e por água, por meio de barcos que fazem o trajeto nos principais rios.

Em busca de passagens mais baratas para conhecer a Floresta Amazônica? Descubra aqui como comprar sua passagem emitida com milhas de outras pessoas!

Comentários

Deixe um Comentário