5 lugares inusitados para se conhecer no Rio de Janeiro

Continue lendo para conferir alguns lugares que apesar, de não serem muito visados por turistas, você pode conhecer quando for ao Rio de Janeiro para se sentir um carioca nato.

1- A Botafogo descolada

Se você quer conhecer Botafogo além das praias e se cansou da multidão de Copacabana, sem dúvidas, irá adorar o que mais ele reserva. O badalado bairro da zona Sul é um dos pontos mais atrativos do Rio de Janeiro para quem gosta de uma diversão boêmia e de comer bem. Sua vasta variedade de bares e restaurantes atrai artistas e gente descolada de todos os cantos da cidade, e o melhor: você não irá gastar muito.

2- Real Gabinete Português de Literatura

Prepare-se para fazer uma viagem no tempo e conhecer uma importante peça do quebra-cabeça que compõe a história do nosso país. O Real Gabinete Português de Literatura foi inaugurado em 1887 por ninguém menos do que a Princesa Isabel, primeira senadora do Brasil e também conhecida por ter sido a responsável pela abolição da escravatura. Apesar da inauguração ter sido em 1887, foi em 1837 que ele foi fundado por um grupo de portugueses com o intuito de aprimorar o intelecto de seus afiliados. Vale também ressaltar que o ele abrigou a primeira comunidade lusitana.

A arquitetura moderna não desenvolve mais construções tão ricas em detalhes como o Real Gabinete Português de Literatura. As gigantescas estantes de madeira, que há quase um século e meio servem de moradia para mais de 400 mil obras literárias, farão você se sentir em um filme de época. Vale a pena conferir!

3- Parque da Catacumba

Se você gosta de passeio ao ar livre e atividades físicas como trilhas e tirolesa, o Parque da Catacumba é o local certo para visitar no Rio de Janeiro. Construído onde anteriormente era uma favela, o lugar oferece uma linda arquitetura e paisagens de tirar o fôlego, sem mencionar a composição de inúmeros tons de verde de suas obras de paisagismo e jardinagem. É um ambiente agradável para quem quer se afastar um pouco da agitação dos centros urbanos e ter mais de contato com a natureza. Possui muitas árvores, jardins, praças, além de um parque de atividades aberto ao público com arvorismo e tirolesas.

4- Praça São Salvador

A princípio, ela é apenas uma praça comum, como qualquer outra, se não fosse pela sua variada programação cultural que acontece quase todos os dias da semana. A Praça São Salvador é um abrigo de músicos e artistas de todas as tribos, e eventos e festas acontecem constantemente tornando-a um lugar que causa uma relação de amor e ódio entre os seus visitantes e os moradores que vivem ao seu redor. Segundo os cariocas, a praça é: o ponto de encontro antes dos jogos de futebol; o lugar para tomar uma cerveja encostado na mureta; o local para se ouvir um chorinho; encontrar os amigos e comer um delicioso bolinho de bacalhau.

Em volta da praça você conta com a presença de inúmeros bares e restaurantes simples, pois este não é um local de foco para os turistas. Se você estiver indo conhecer o Cristo Redentor, vale a pena antes parar para tomar um chope na Praça São Salvador, afinal ela fica no caminho.

5- Parque das Ruínas

Com 451 anos, o Rio de Janeiro reserva grande parte das peças que contam a história do Brasil, e o Parque das Ruínas é uma delas. Antes mesmo de chegar ao Parque, você se depara com uma inusitada presença de um bondinho, que o fará se sentir na primeira metade do século passado. Acha pouco? Que tal, então, fazer o trajeto até o parque andando de bondinho?

Se você gosta de arte e cultura, não deixe de visitar o Parque das Ruínas. Lá você encontra galerias e exposições, músicos de rua e uma cafeteria vintage. Além disso, para completar o clima cultural nostálgico, quem morou nos arredores da região foi Laurinda Santos Lobo. Considerada uma das mecenas da Belle Époque no Brasil, ela tinha o hábito de reunir artistas, músicos e intelectuais de sua época em seu palacete. Não tem como você ir ao Rio de Janeiro e não parar para conhecer este local histórico!

Deixamos de mencionar algum lugar inusitado para se conhecer no Rio de Janeiro? Compartilhe a sua experiência deixando um comentário!

Comentários

Deixe um Comentário