Cervejas ao redor do mundo: 32 rótulos para experimentar!

Todos nós sabemos que viajar é uma experiência incrível, correto? Nos dá a possibilidade de conhecer novos lugares, pessoas e também culturas extremamente diferente das que estamos acostumados.

E falando em cultura, existe uma muito forte e disseminada ao redor do mundo. É a cultura cervejeira.

Cada povo, país ou região tem suas próprias características quando o assunto é cerveja, e hoje estamos aqui para falar sobre as principais cervejas ao redor do mundo — e melhor, listarei aquelas que são acessíveis aos brasileiros.

Então que tal acompanhar com a gente e degustar uma cerveja de cada país como um verdadeiro sommelier? Fique conosco e acompanhe o conteúdo até o final.

 

EUROPA

Quando falamos da Europa, estamos tratando da região onde a cultura cervejeira é mais forte e disseminada no mundo inteiro.

Lá nasceram grandes estilos, como a Weissbier, Pilsen e English Pale Ale, e também famosas celebrações, principalmente a Oktoberfest e Saint Patrick’s Days — ambas estão se popularizando no Brasil.

Agora é a hora de deixar a história um pouco de lado para citarmos aqui cinco grandes países onde suas cervejas são referência mundo afora.

 

1. INGLATERRA

Um país muito boêmio, com influências que se estendem por todo Reino Unido.

 

Seja em Londres ou nas cidades do interior são famosas as public houses, também conhecidas como pubs e suas cervejas fortes, que foram disseminadas principalmente a partir da revolução industrial, onde se produzia mais cerveja a um menor preço, atingindo assim pessoas da classe trabalhadora.

Quando falamos em cervejas inglesas, vem em mente os estilos Porter, Stout e Extra Special Bitter, por isso, recomendamos que você experimente:

  • Fuller’s London Pride
  • Newcastle Brown Ale
  • Youngs Chocolate

2. ALEMANHA

Quando falamos Alemanha, o que vem na cabeça?

Um país das celebrações, comidas, pretzels e também canecas e canecas de chopp.

A Alemanha se divide em 16 estados federados e isso influenciou diretamente em sua cultura, porque algumas cidades e regiões se destacaram na produção de cervejas e criação de estilos, como a Bavária, Munique e Dortmund.

Por lá saem as mais famosas cervejas alemãs, que são muito consumidas em festas como a Oktoberfest.

O resultado é que você encontrará cervejas alemãs dos mais diversos estilos, e dentre elas se destacam:

 

  • Hofbräu Original
  • Paulaner Hefe-Weissbier
  • Erdinger Weissbier

3. BÉLGICA

A escola belga de cerveja é um pouco diferente das restantes encontradas na Europa. É considerada um berço de ouro por criarem cervejas inusitadas e com gostos complexos, diferente da produção de cervejas de massa (ou populares) vistas na Inglaterra ou Alemanha.

Na Bélgica, também são extremamente conhecidas as cervejas trapistas, cervejas que são produzidas sob supervisão e dentro dos padrões da Ordem Trapista existem 11 mosteiros no mundo, sendo 6 deles na Bélgica.

É importante ressaltar que não são um estilo e sim o padrão. Em sua maioria, produzem cervejas Dubbel, Trippel e Quadrupel. São ótimas portas de entrada para quem está a procura de cervejas de qualidade.

As cervejas recomendadas são:

  • Chimay Blue
  • La Chouffe
  • Delirium Tremens

4. REPÚBLICA TCHECA

O país se situa hoje em uma região muito conhecida historicamente, a Boêmia. A República Tcheca se destaca hoje em dia pela produção do estilo de cerveja mais consumida do mundo. Estamos falando das cervejas Pilsen.

Conhecidas por sua extrema qualidade e refrescância, são cervejas de uma cor dourada e também com alta densidade de espuma. São muito consumidas em grande quantidade e em países como Inglaterra, Alemanha, Bélgica e Brasil.

Se deseja experimentar uma típica cerveja tcheca, pode apostar nos seguintes rótulos:

  • 1795
  • Czechvar Original
  • Praga Premium Pils

 

5. IRLANDA

Seguindo o padrão da Inglaterra e do resto do Reino Unido como um todo, a Irlanda também é considerada um país dos bares e, por lá, se destacam os irish pubs. Existem fontes que afirmam existir mais de 7000 estabelecimentos no país e, de acordo com a o tamanho da população (4,78 milhões), significa que há um bar ou pub a cada 683 pessoas. Um número incrível, não é?

Lá se destacam cervejas da família Ale, principalmente Stout, Porter e Irish Red Ale, e algumas das mais importantes e consumidas são:

  • Guinness
  • Murphy’s Irish Stout
  • O’hara’s Celtic Stout

 

AMÉRICA DO NORTE

Na América do Norte, os destaques são para a produção e consumo de cerveja. Os números são altíssimos e cerca de 14% do mercado cervejeiro mundial está concentrado por lá.

E em que isso implica?

Existem milhares de cervejas disponíveis e o mercado é um dos mais desenvolvidos do mundo, proporcionando milhares de opções.

 

1. ESTADOS UNIDOS

Também conhecido pela escola americana de cerveja, os Estados Unidos se destacam por conta do seu apreço pelo amargor, ou seja, por lá é bem possível encontrar as melhores opções de cervejas  com lúpulo.

Mas o que é o lúpulo? É o sujeito responsável por adicionar o amargor à cerveja e também equilibrar o seu dulçor, mantendo-a conservada e pronta para o consumo. E essa cultura do lúpulo veio da inglesa IPA — que posteriormente ganharia uma variação, a American IPA.

Aqui estão algumas dicas de cervejas do estilo American IPA para conhecer mais sobre a escola americana:

 

  • Sierra Nevada Pale Ale
  • Sierra Nevada Torpedo Extra Ipa
  • Dogma Drop Citra

 

2. MÉXICO

Quando pensamos na combinação entre México e bebida, a primeira coisa que vem naturalmente em nossas cabeças é a tequila, claro.  Mas também estamos aqui para afirmar que o país é um grande produtor e consumidor da nossa amada cerveja, e seus números são incríveis.

Em 2016, o país se tornou o maior exportador de cervejas do mundo, e a maior responsável por esse número é a cerveja Corona, querida dos mexicanos e que disputa espaço com a holandesa Heineken.

Por lá existem as chamadas “Big Two”, onde dois grandes grupos controlam cerca de 90% do mercado e produzem as principais cervejas do país, e que recomendamos aqui. São elas:

 

  • Tecate
  • Victoria
  • Modelo Especial

 

AMÉRICA DO SUL

A cultura cervejeira na América do Sul é muito grande, apesar de existirem opções locais como vinho, cachaça e até pisco. A cerveja ocupa a maior faixa do mercado, com um crescimento acima da média.

Um ponto em comum que ajuda a disseminar a cultura cervejeira nos países é o futebol, pois constantemente vemos comerciais de cervejas, clubes e festas associadas a cervejarias.

E irei listar rótulos de cervejas que você precisa conhecer quando falamos dos três maiores consumidores de cerveja da América do Sul: Brasil, Colômbia e Argentina.

 

1. ARGENTINA

Como falamos anteriormente, existem opções locais que vão além da cerveja e, no caso da Argentina, falamos muito do vinho.

Mas no país da parrilla, futebol, alfajor e da dança, a cerveja tem ocupado um espaço grandioso há anos, se envolvendo inclusive com o futebol para ajudar em sua popularização.

Em Buenos Aires, por exemplo, existe uma rica variedade gastronômica, totalmente adaptada para se harmonizar com vinhos e cervejas. E as cervejas artesanais estão começando a ganhar espaço, pois a disputa com gigantes nacionais é muito grande.

Se você deseja experimentar cervejas com a cara da Argentina, recomendamos que comece por:

 

  • Quilmes Cristal
  • Imperial Scotch Ale
  • Patagônia Amber Lager

 

2. BRASIL

Chegamos enfim ao Brasil, um país de berço cervejeiro, onde a produção e o consumo de cerveja vêm crescendo a cada ano. Segundo uma pesquisa realizada pelo SEBRAE, nós consumimos 14 bilhões de litros anuais e produzimos por aqui 13 bilhões.

O número de cervejarias vem crescendo, o que contribui na disseminação da cultura cervejeira e nos dados de consumo. Podemos falar com orgulho que no Brasil existem excelentes cervejarias, com rótulos que atendem os mais diversos gostos.

Escolher e indicar três rótulos como uma introdução à cerveja brasileira é uma tarefa difícil, tendo em vista que produzimos bem os mais diversos estilos de cerveja e que muitas delas são feitas com ingredientes ou características de cada região.

Portanto, se você quer entender um pouco mais sobre o que o país tem a oferecer e procurar por outras cervejas, as recomendações são:

 

  • Coruja Otus Lager
  • Colorado Vixnu
  • Wäls Dubbel

 

3. COLÔMBIA

A Colômbia é um país de clima tropical, mas que pode ter uma grande variação climática de acordo com a sua localidade e altitude. E o que isso significa?

Que por lá você terá a opção de beber cerveja no calor ou no frio, não que isso seja um problema para quem gosta.

O país também é muito conhecido pelas bebidas feitas a partir de grãos como o café e a chicha, mas a cerveja tem o seu lugar especial e a Colômbia ficou em 53º lugar no ranking de países que mais consomem a bebida — 3º lugar da América do Sul com X litros consumidos por ano.

Um fato interessante e que contribui com os números é que por lá, diferentemente do Brasil, é permitida a venda de cervejas de fabricação caseira, o que cria espaço para bares e outros estabelecimentos aumentarem sua carta de opções.

Quando falamos das cervejas colombianas que você deve experimentar, seus estilos são dos mais variados. Separamos por aqui 3 opções bem características:

  • Mela Beer Atomic IPA
  • BBC Premium Lager
  • Chapinero Porter

 

Espero que as dicas ajudem você a entender mais sobre os países e também experimentar o gostinho de cada um em uma viagem.

Conteúdo escrito por Carlos Lara, do blog de cerveja Homini Lúpulo.

 

Comentários

Deixe um Comentário