5 dicas de viagem para o México

Poucos países têm uma cultura tão querida para os brasileiros quanto o México! Afinal, quem nunca assistiu às novelas da Televisa, ficou emocionado com as pinturas de Frida Kahlo ou curtiu uma noite regada a muita tequila?

Por isso, não é de se espantar que cada mais brasileiros comprem passagens rumo ao único país latino da América do Norte. Se você também tem vontade de fazer isso, confira algumas dicas para aproveitar essa experiência ao máximo:

1 – Estude o clima do país

O México está entre os 15 maiores países do mundo em extensão territorial. Além disso, é cortado pelo Trópico de Câncer, banhado por dois oceanos (Atlântico e Pacífico) e marcado por grandes variações de altitude.

Tudo isso significa que o clima pode variar bastante durante a sua viagem! Portanto, escolha quais pontos do país você deseja conhecer antes de definir uma data para embarcar.

Mesmo assim, a possibilidade de você encontrar climas amenos é bem grande. Nossa única recomendação é evitar a região banhada pelo Mar do Caribe durante a temporada de furacões, que vai de junho a novembro.

2 – Reúna os documentos necessários

Brasileiros não precisam de visto para entrar no México, desde que a intenção da viagem seja fazer turismo e o período de estadia seja inferior a seis meses. Voos com conexão nos Estados Unidos exigem o visto americano.

Além de um passaporte válido, as autoridades mexicanas podem pedir que você apresente passagens aéreas, documentos relativos ao local de hospedagem e comprovante de capacidade financeira.

O México não exige a apresentação do Certificado Internacional de Vacinação. No entanto, quem deseja fazer viagens tranquilas deve ter esse documento em mãos e contratar um seguro de saúde.

3 – Informe-se sobre a moeda local

A moeda oficial do país é o peso novo mexicano, que atualmente custa R$ 0,17. No entanto, como o real é uma moeda de pouca importância por lá, o ideal é comprar dólares americanos aqui no Brasil para trocar depois.

Aliás, o dólar americano é bem aceito nas principais regiões turísticas do México. O único problema é que o troco costuma ser devolvido em pesos mexicanos e o câmbio adotado tende a ser desfavorável.

Por questões de segurança, evite levar todo o seu dinheiro apenas em espécie. Deixe uma parte em um cartão de débito internacional e, se necessário, saque uma parte da quantia em caixas eletrônicos. Alguns fazem isso direto em dólar.

4 – Vá além de Cancún

Pensada para se transformar em um polo turístico, Cancún alcançou esse objetivo e hoje é o destino de grande parte das pessoas que viajam ao México. Afinal, quem não gosta de relaxar à beira-mar acompanhado de um drinque?

No entanto, o país conta com tantas belezas naturais e culturais que é um desperdício pensar em uma viagem que se limite ao que os resorts oferecem. Então, que tal explorar?

Quem não deseja se afastar de Cancún pode incluir lugares incríveis no roteiro, como as ruínas pré-colombianas de Chichén Itzá, Cobá e Tulum, por exemplo. Ainda assim, vale a pena estender a viagem e conhecer outros cantos do país.

5 – Tome cuidado com as comidas apimentadas

Aquela conversa de que os mexicanos colocam pimenta em tudo é verdadeira! Inclusive, boa parte dos doces infantis fabricados no país levam esse ingrediente um tanto quanto inusitado.

A dica é não acreditar quando um mexicano diz que a comida não é picante. Como eles estão acostumados com pimenta em abundância, nem ao menos percebem quando o tempero é usado em pequenas quantidades.

Se você não gosta de pratos picantes, pergunte ao garçom sobre a composição do que pretende comer antes de fazer o pedido. Caso ele pergunte se você quer Valentina na comida – uma marca de pimenta popular –, diga não.

Gostou das nossas dicas de viagem para aproveitar o México ao máximo? Então chegou a hora de comprar as passagens para esse país incrível! Acesse o site da MaxMilhas e aproveite os descontos.

Comentários

Deixe um Comentário