City tour Salvador: 5 dicas para conhecer a cidade

Nem Pelourinho, nem Igreja do Bonfim: embarque com a gente em um city tour Salvador diferente e redescubra os encantos da Baía de Todos os Santos!

Se você já está cansado de saber o que o tabuleiro da baiana tem, então a dica é ver Salvador com outros olhos. Deixe a preguiça de lado, coloque uma sandália bem confortável e parta rumo a novos horizontes em um city tour Salvador pra lá de diferente.

Aqui a ideia é ficar fora dos roteiros tradicionais e engatar por aqueles caminhos que fazem a cabeça dos locais. Se você tá a fim de tranquilidade ou de badalação, fica com a gente e comece a montar seu city tour Salvador por caminhos que a maioria nem imagina. Pronto pra começar?

1. De trem pelo subúrbio de Salvador

Nem Pelourinho, nem Igreja do Bonfim, nem Farol da Barra: bora pegar o trem e fugir pro subúrbio de Salvador. Barato financeiramente, mas riquíssimo em cultura, o passeio diferente tem cerca de 13,5 Km, saindo da Estação da Calçada e passando por toda a orla da periferia até Paripe, totalizando 10 estações.

A viagem já começa pelos trens pintados com cores e desenhos que remetem à cultura da cidade, mas a dica é saltar na Estação da Plataforma e pegar um barquinho pra atravessar até a Ribeira – onde, por sinal, a sorveteria local, aberta em 1931, é um atrativo à parte. A estação de trem de Salvador funciona de segunda a sexta das 6h às 21h, e sábados, domingos e feriados das 6h às 19h.

2. Porto dos Tainheiros

Mesmo que você não embarque na ideia do trem, o visual de primeira e quitutes pra lá de especiais no Porto dos Tainheiros, ideal pra quem quer  um city tour Salvador diferente. Lá, a graça é sentar na mureta e apreciar o colorido das embarcações da Ribeira. A não ser que você queira saborear um prato de frutos do mar à moda local, aí você escolhe entre o A Bordo ou o Tijupá, restaurantes com mesas voltadas para a orla. Delícia pura.

3. Largo de Roma e Memorial Irmã Dulce (MID)

O MID, como é carinhosamente chamado pelos locais, fica no Largo de Roma, lá na Cidade Baixa, onde você pode conhecer praticamente tudo sobre essa freira que foi um verdadeiro exemplo de ser humano. No Memorial há peças pessoas de irmã Dulce e várias referências aos trabalhos que desenvolveu. Vale a pena fazer a visita guiada pra não perder nenhum detalhe. É lá também que fica o Santuário da Bem-Aventurada Dulce dos Pobres, um lugar cheio de energia que vale a pena visitar independente de religião. Aberto de terça a domingo das 10h às 17h.

4. Jam no MAM ao pôr do sol

Aos sábados a pedida é coroar o city tour Salvador vendo o pôr do sol embalado por um jazz de primeira no MAM, o Museu de Arte Moderna. A vista é maravilhosa e o clima simplesmente fantástico, com entrada baratinha. O Jam no MAM vai das 18h às 21h e custa só R$ 8,00, a inteira. O evento já faz parte do roteiro cultural de Salvador e é imperdível. O MAM fica na avenida do Contorno, s/nº, Solar do Unhão.

5. Forte Mont Serrat

Na cidade baixa outro programa para completar seu city tour Salvador é o Forte Mont Serrat, um cenário único que acaba passando despercebido pela maioria das pessoas que vão para a Ponta do Humaitá, ali pertinho. O Forte, construído em 1583, é um dos primeiros do país e teve papel fundamental na defesa das nossas terras contra os invasores. Isso sem falar na vista belíssima de toda a Baía de Todos os Santos e da Ilha de Itaparica.

E então, gostou das nossas dicas para um city tour Salvador diferente? Aproveite e compre sua passagem aérea para Bahia com desconto e descubra uma porque a cidade de todos os santos. 

Deixe seu comentário!