Encontre os melhores destinos para surfar no Brasil

Quer pegar onda em um pico diferente? Então, vem com a gente que nós vamos mostrar opções bem legais e baratas pra matar sua sede de mar!

Pegador de onda, atleta amador ou profissional, não importa: se o mar é seu grande parceiro,  há alguns lugares no Brasil que você não pode deixar de surfar. Dos picos conhecidos aos nem tanto, passando por alguns desafios bem interessantes, a gente separou alguns dos melhores destinos para surfar no Brasil. E se você não tem patrocínio, nem precisa esquentar  a cabeça pra fazer essa trip: há várias formas de conseguir passagens aéreas mais baratas, comprar passagens com milhas ou mesmo vender milha aéreas. O negócio é embarcar nessas dicas de viagens baratas, pegar seu mochilão e colocar a prancha debaixo do braço. Partiu?

Baía Formosa (RN)

O inverno é a melhor época do ano para ir ao pico do Pontal da Baía Formosa, eleita a sétima melhor onda do país pelo surfista brasuca Fábio Gouvea na revista “Fluir”. A longa direita com fundo de pedra tem formação ideal na maré cheia ou enchendo e atrai surfistas de todos os cantos do país. Na seca, a onda é dos veteranos.

Além do Pontal, a Baía Formosa tem ainda o Picão, bem em frente à vial, também com direitas de 3 a 6 pés em cima de uma laje de pedras – a preferida pelas mulheres. E há ainda o mar aberto claro, que na vazante faz sucesso com as esquerdas que podem chegar a 7 pés no fundo de areia.

Itacoatiara (Niterói, RJ)

Conhecida por suas ondas “havaianas”, a pequena Itacoatiara, em Niterói, é reduto de surfistas e bodyboarders que não têm medo de encarar a caída. O pico tem uma das ondas mais perigosas do país, eleita por Pedro Scooby, que começou por lá seu projeto de surfar as brazucas mais cascudas.

A “Choque”, como é conhecida, tem um tubo “absurdo”, na opinião de Scooby, e pedra pra todo lado, quebrando de frente para um paredão de pedra, lá no canto direito. Da praia nem dá pra ser vista, mas já é famosa no mundo inteiro. A verdade, no entanto, é que a praia toda é um pico poderoso, seja no Costão, Meio ou Pampo. Com certeza um dos melhores destinos para surfar no Brasil. Vale a pena acumular milhas no cartão de crédito pra encarar essa.

Boca da Barra (Itacaré, BA)

Gosta de uma direita longa e tem experiência? Então pegue o mochilão e rume para a Boca da Barra, um pico de respeito. Isso porque, além de encarar algumas das ondas mais longas do país, você vai ter o desafio de surfar com fortes correntezas, que te empurra para o mar aberto. Tá preparado?

Cacimba do Padre (Fernando de Noronha, PE)

Não dá pra falar em surfe sem falar na Cacimba do Padre, conhecida como o “Hawaii brasileiro”. Os tubos azuis cristalinos são conhecidos por sua potência, em ondas que podem chegar a 5 metros (15 pés). A melhor temporada é entre dezembro e abril, quando a Cacimba recebe as ondulações norte, norte-noroeste e norte-nordeste, que explodem sobre o fundo raso de pedras.

A Laje da Cacimba é o pico mais procurado, mas valem ótimas caídas também no canto esquerdo e no pico do Coqueirinho. Quer uma dica? Veja como acumular milhas no cartão de crédito e se programe para comprar passagens com milhas antes de começar a temporada! Fica mais barato e você consegue ótimas promoções!

E então, tudo preparado pra correr atrás da onda dos sonhos? Compartilhe esse post com seus amigos e combinem a viagem, afinal, viajar com a galera é muito bom, mas com economia é excelente. Encontre passagens econômicas pela MaxMilhas. Viaje com a turma, pagando bem menos. 

 

Deixe seu comentário!