7 dicas para planejar um mochilão pela Europa

 

Passo a passo para planejar um mochilão pela Europa

1 – Escolha quando quer viajar

Os preços e as temperaturas mudam muito de acordo com as estações no continente europeu, assim como a experiência que você vai ter em cada lugar. No verão, os dias ficam muito mais longos, a atmosfera das cidades se alegra e há uma infinidade de eventos acontecendo em toda parte do continente. No entanto, em cidades como Roma e Madri as temperaturas podem ultrapassar a casa dos 40 graus, o que pode fazer como que seja difícil de fato aproveitar o dia. Além disso, o verão é alta temporada no continente, o que faz com que o número de turistas aumente juntamente com os preços de acomodação e passagens de trem, ônibus e avião.

Em contrapartida, no inverno as temperaturas podem ficar negativas e é possível que, em alguns momentos, a viagem seja comprometida pelo mau tempo. No entanto, quem não se importa em passar frio pode se deparar com incríveis paisagens de cidades cobertas pela neve que também possuem seu encanto. No inverno os preços também costumam ser mais baixos e é mais fácil encontrar ofertas de passagens e acomodação.

2 – Defina por quanto tempo quer (ou pode) viajar

O tempo da sua viagem vai variar de acordo com o seu destino e seu orçamento. Se você prefere viajar por países do leste europeu, por exemplo, talvez possa estender o tempo de viagem. Já se for passar por países mais caros como Inglaterra, França e Alemanha, talvez precise reduzir o tempo de viagem. Defina o que é prioridade para você e escolha por quanto tempo quer ficar na estrada.

3 – Comprar passagens aéreas

Depois de decidir quando quer viajar, é hora de comprar as passagens aéreas do Brasil para o seu primeiro destino. Pesquise com antecedência de 3 a 4 meses da data da viagem pelos melhores preços e procure acumular ou trocar milhas. Também vale a pena criar alertas de e-mails para ser notificado quando o preço das passagens baixar.

4 – Faça um orçamento

Depois de comprar a passagem aérea, calcule quanto sobrou no seu orçamento para gastar por dia com locomoção, estadia, alimentação e lazer nos lugares por onde passar. O valor que você vai precisar varia de acordo com cada destino e há como estimar os gastos diários com base nos relatos de outros viajantes. Basta pesquisar e planejar com cuidado!

5 – Escolha os destinos por onde quer passar

Com base no orçamento e nos destinos que você prioriza, defina para onde quer viajar. Se você tem um orçamento limitado, mas não abre mão de conhecer alguma cidade cara, como Londres, pode passar alguns dias no país e lá viajar para um destino mais em conta. Vale lembrar que outra forma de economizar é aumentando o número de dias em cada destino, já que isso diminui os custos de transporte.

Às vezes vale mais a pena conhecer a cidade a fundo passando alguns dias nela do que ver apenas os pontos principais superficialmente e passar correndo por cada lugar. Pense bem no que é prioridade para você! Além disso, prefira montar um roteiro com cidades não muito distantes, que possam ser acessadas sem a necessidade de transporte aéreo. Assim, fica mais fácil, rápido e conveniente viajar de um lugar ao outro.

6 – Encontrando acomodação

Depois de definir as cidades que quer conhecer e os dias em que vai ficar em cada lugar, é hora de encontrar acomodação. As opções são muitas: hotéis, pousadas, hostels, Airbnb, couchsurfing. Veja neste post mais informações sobre as opções de hospedagem em viagens!

7 – Transporte entre um destino e outro

Na Europa, existem diversas formas eficientes de viajar de um país, ou ainda de uma cidade a outra. No entanto, os preços variam tanto quanto as opções de transporte. Os ônibus costumam ser a opção mais barata, mas também a mais demorada dependendo da distância a ser percorrida. Os trens são mais confortáveis e mais rápidos, mas costumam ser mais caros. Também é possível utilizar sites de carona compartilhada para quando a distância não é muito longa, porém, fica mais difícil planejar com antecedência já que as viagens são publicadas cerca de 3 ou 4 dias antes da partida. E, é claro, você também pode voar!

Dica: se sua ideia for viajar de trem, é vantajoso comprar um interrail ticket, um bilhete que permite fazer um número X de viagens por diversos países. Acesse o site da empresa para mais informações.

7 – Fazendo as malas

Passagens compradas, destinos escolhidos, acomodações resolvidas, é hora de fazer as malas! O que você vai levar vai variar muito de acordo com cada destino e com a estação escolhida, mas independentemente disso, a dica de ouro aqui é: leve na mochila o mínimo possível!

Dê preferência a peças confortáveis, lave-as durante a viagem e deixe um espaço sobrando para os souvenires e objetos que for comprar nos lugares por onde passar. Vale lembrar que algumas companhias aéreas low cost não permitem levar mais do que 10kg de bagagem de mão e que, além de ser mais caro transportar mais do que isso, o excesso de bagagem pode ser um incômodo durante a viagem.

Planejando um mochilão pela Europa? Então acesse nosso site e veja como encontrar as melhores passagens aéreas!

Comentários

Deixe um Comentário