Veja o que fazer e onde encontrar passagens aéreas mais baratas

Viajar: todo mundo ama, mas nem todo mundo consegue fazer com frequência. O dinheiro não sobra, nunca há tempo suficiente para o planejamento, as férias são curtas, as passagens estão caras demais. Falando nisso, esse é um dos principais motivos que fazem as pessoas desistirem de suas viagens, afinal, os voos costumam ser sempre um dos maiores gastos.

Mas será que é possível encontrar passagens aéreas mais baratas para conseguir viajar com mais frequência? Pode ter certeza que é possível sim, basta conhecer algumas técnicas e truques muito simples.

Se você souber como, quando e onde buscar, dá para economizar até 40% nos voos em suas próximas viagens. Chega de pagar caro ou de não viajar por causa disso. Aproveite nossas dicas a fim de conhecer todos os lugares que você tem vontade!

Quer aprender a encontrar passagens aéreas com preços surpreendentes? Então, anote todas as nossas dicas:

Passagens aéreas mais baratas: a vontade de todos os viajantes

A passagem aérea é um dos maiores gastos das viagens, especialmente no caso das internacionais. Por isso, todo viajante sonha em encontrar sempre as melhores promoções para economizar o máximo possível nesse item. Mas você já parou para pensar como é feita a precificação dos bilhetes aéreos?

O que influencia o valor das passagens aéreas?

Uma situação que provavelmente já aconteceu com todo viajante, inclusive com você, é a seguinte: a pessoa está há alguns dias pesquisando o preço das passagens aéreas e percebe que ele não está variando.

Mas, de um dia pro outro, o valor sobe consideravelmente. Aí o passageiro entra em desespero, faz a compra correndo — com medo de o preço aumentar — e alguns dias depois, vê que o mesmo voo está mais barato.

Infelizmente, o custo das passagens aéreas realmente pode variar muito em questão de dias, ou até horas, e não dá para prever quando será o melhor momento de comprá-las.

Mas afinal, o que influencia o valor das passagens? O grande problema é que há várias razões para essa mudança repentina de preços e, por isso, mesmo sabendo quais são elas, é muito difícil saber o que esperar.

Veja alguns dos principais fatores que podem influenciar o preço das passagens:

  • oferta × procura: esse é um dos principais influenciadores. Se um voo está vazio, seu valor será mais baixo. Se há poucos assentos sobrando, ele vai encarecer. Além disso, se for um trecho com pouca oferta, o valor será muito mais alto que outro trecho com maior número de voos diários;
  • a data: não é segredo para ninguém que os voos em alta temporada são muito mais caros que os da baixa temporada. O valor também sobe perto de feriados ou de eventos importantes no destino;
  • o dia da semana: o dia do voo também é capaz de interferir um pouco, devido a oferta e a procura. Voos que partem na sexta e voltam no domingo são muito procurados e, por isso, podem custar um pouco mais;
  • compras recentes naquele voo: quando você está há alguns dias buscando um voo e de repente ele aumenta, é provável que seja porque alguém acabou comprando uma passagem durante suas pesquisas. Com isso, os assentos disponíveis diminuem e o valor pode subir;
  • concorrência: quanto mais empresas diferentes oferecerem uma mesma rota, menores serão os valores dessas passagens. Afinal, ninguém quer perder seus passageiros para a concorrência. Mas se o voo for uma exclusividade, a companhia acaba tendo a liberdade de definir o preço que quer cobrar;
  • questões climáticas: o clima previsto para o dia ou para a época do embarque também pode fazer com que o preço se modifique bastante. Por exemplo, em países com muita neve, o valor da passagem no inverno provavelmente será bem maior do que no verão, já que a neve pode causar atraso e até o cancelamento do voo — gerando certo prejuízo para as empresas.

Esses são apenas alguns dos fatores que fazem um bilhete aéreo custar mais ou menos. Considere, ainda, questões políticas, o preço do petróleo, o valor do dólar etc. Entendeu por que é tão difícil tentar prever quando uma passagem estará mais cara ou mais barata? Por isso, o ideal é pesquisar muito e, claro, com antecedência!

Ah, quando encontrar um valor que considerar justo e tiver quase certeza que ele não diminuirá, compre logo suas passagens e não fique esperando uma promoção maluca. As chances de você perder dinheiro nesse caso são grandes!

Passagens aéreas nacionais mais baratas

Os voos mais baratos do Brasil são de trechos curtos, geralmente entre cidades do mesmo estado ou estados vizinhos. A ponte aérea entre Rio de Janeiro e São Paulo normalmente tem um valor bastante atraente — até por ser uma das rotas com maior oferta.

Voos entre capitais da mesma região também costumam ser mais baratos, como os trechos na região sudeste ou entre as capitais nordestinas, por exemplo.

Passagens aéreas internacionais mais baratas

Se você quer viajar para o exterior, também é possível encontrar passagens com preços atrativos. É claro que, saindo do Brasil, as passagens para a América do Sul são as mais em conta — e, muitas vezes, mais baratas até que os voos nacionais.

É muito fácil encontrar tarifas para (quase) qualquer país sul-americano por menos de mil reais. Os menores valores são dos voos saindo de São Paulo ou do sul do Brasil.

Também é possível encontrar bons preços para as cidades mais populares dos Estados Unidos e até alguns países africanos. Já para a Europa, os destinos mais econômicos são as cidades de Madri, Amsterdã e Paris.

Quem está no norte ou nordeste do Brasil leva vantagem nas passagens para o Caribe, podendo curtir praias paradisíacas por preços incríveis!

Passagens aéreas mais baratas de madrugada: verdade ou mito?

Com certeza você já ouviu falar que buscar passagens de madrugada é a melhor opção para encontrar bons preços — e talvez até já tenha perdido algumas horas de sono nessa missão.

Mas precisamos te dar uma notícia: esse é o maior mito sobre compra de passagens aéreas baratas que já existiu! Se pararmos para analisar, vamos perceber que não há nenhuma razão para os valores baixarem nessa hora do dia.

Não faz sentido vender bilhetes mais baratos no horário em que o tráfego é consideravelmente menor. Se as companhias aéreas fazem uma promoção, provavelmente é porque querem atrair o maior número de clientes e, assim, realizar mais vendas. Seguindo esse pensamento, é muito mais vantajoso que elas façam isso quando há mais pessoas online.

A única vantagem de comprar passagens de madrugada é o fato de que vão ter menos pessoas acessando o site. Assim, a navegação é mais rápida e as chances de ele ficar sobrecarregado ou ter algum problema técnico durante sua compra são bem menores!

Mas então, qual é o melhor horário para comprar passagens aéreas? Infelizmente, isso não existe. Se você for pesquisar, vai encontrar diversas teorias. Tem quem diga que o melhor dia para comprar é a terça, outros defendem a quarta com unhas e dentes.

Mas a verdade é que todos os dias têm muita gente comprando passagens aéreas e, invariavelmente, alguém vai encontrar um bom preço e outra pessoa vai pagar mais caro do que esperava.

Além disso, é sempre bom lembrar que a qualquer momento você pode realizar a compra de passagem usando milhas aéreas — suas ou de outras pessoas — e economizar!

Voar de madrugada é mais barato?

Nos atrevemos a dizer que foi daqui que surgiu o mito de que comprar passagens aéreas de madrugada é a melhor opção. Na verdade, a madrugada é um excelente horário para voar se você quiser economizar um pouco.

Nesse caso, a afirmação é real (mas, claro, podem haver exceções). Os voos que decolam durante a madrugada costumam ser bem mais em conta. O motivo é simples: como não há muita procura por esses horários, as companhias precisam oferecer algum incentivo para vender essas passagens e não decolar com muitas poltronas vazias.

Mas antes de reservar um assento naquele voo mais barato, que sai às 5 h da manhã, pense se realmente vai compensar. Vale a pena acordar tão cedo ou ficar sem dormir? Quanto custará o transporte que te levará até o aeroporto de madrugada? Esses e outros pontos precisam ser considerados!

Boas práticas para encontrar e comprar passagens aéreas mais baratas

Investir em sites que compram e vendem milhas

Uma das melhores opções para encontrar passagens aéreas por um preço bem menor, é por meio de sites que emitem os bilhetes utilizando milhas. Como funciona?

Existem diversos sites que fazem uma ponte entre as pessoas que querem ganhar algum dinheiro vendendo os pontos que não vão usar e as que não têm pontos, mas querem comprar passagens mais baratas.

O processo é simples e bem semelhante a qualquer oura compra de passagem aérea. Você entra no site, faz a pesquisa colocando a origem e o destino da sua viagem, assim como as datas. Então, vai aparecer uma lista de opções de voos em várias companhias, horários e tarifas diferentes.

Você escolhe a que mais te interessar e o próprio site intermediador emite a passagem aérea com os pontos que foram anunciados. São pontos de outra pessoa, mas o bilhete será emitido em seu nome — ou seja, a passagem é sua e não há com o que se preocupar.

Mas como isso pode ser vantajoso? É simples: o valor cobrado pelas milhas nesses sites é, na maioria das vezes, menor do que o valor cobrado pela companhia aérea. Por exemplo, imagine que o bilhete que você quer comprar custe R$ 250 ou 5 mil milhas. Se no site intermediador você encontrar cada mil milhas por R$ 30, o preço final da mesma passagem seria R$ 150.

Ou seja, você economiza R$ 100 e o dono das milhas ganha R$ 150 — sendo que, provavelmente, ele não usaria esses pontos e não ganharia nada com eles. A economia acontece porque assim todo mundo sai ganhando! Comprando nesses sites, é possível economizar até 40% em relação ao preço real da passagem.

Pode parecer bom demais para ser verdade, mas acredite: é verdade sim! Essa é uma forma de economizar bastante e todo mundo sai ganhando!

Ter flexibilidade nas datas

Como já falamos, o valor das passagens aéreas pode subir ou diminuir dependendo da data do voo. Em alta temporada, os preços podem triplicar e, aos finais de semana, geralmente também há um aumento.

Infelizmente, nem sempre você terá a flexibilidade de viajar na baixa temporada ou durante a semana, por causa das férias ou de compromissos em datas específicas que você pode ter. Porém, se tiver a disponibilidade de viajar um ou dois dias antes ou depois, é possível encontrar tarifas muito menores.

Mas é importante lembrar que a passagem aérea não é o único gasto da viagem. Se for ficar um dia a mais para economizar no voo, terá que pagar um dia a mais de hospedagem, alimentação etc. Então, é preciso avaliar se a economia realmente vale a pena.

E pode ter certeza que muitas vezes vai valer a pena! Há chances de encontrar passagens até pela metade do preço se alterar um único dia na data. Uma das maiores vantagens de comprar passagens aéreas pela internet é a facilidade de fazer várias pesquisas, modificando os dados sempre que quiser. Então pesquise muito!

Comprar com antecedência

Quanto mais você esperar para comprar suas passagens, maior será o risco de pagar mais caro — principalmente se for uma viagem internacional. É claro que bate aquele medinho de fazer a compra muitos meses antes e depois aparecer uma megapromoção ou acontecer um contratempo, mas esse é um risco que geralmente vale a pena correr.

Um estudo feito pelo buscador de passagens Momondo aponta que é mais provável encontrar os melhores preços cerca de 56 dias antes da viagem e que, depois disso, ele só tende a aumentar. Comprando com essa antecedência, é possível economizar até 30%.

No caso das passagens internacionais, vale a pena comprar ainda antes, principalmente se você pretende viajar na alta temporada — considere a alta temporada do seu país de origem e também do país de destino.

Mas tome cuidado: fazer a compra com uma antecedência muito grande também não é uma boa ideia. A não ser que você encontre uma mega promoção, é melhor esperar de dois a quatro meses antes do voo para, de fato, realizar a compra.

Ficar de olho nas promoções

O preço das passagens aéreas pode variar bastante em questão de horas. Algumas companhias costumam fazer várias promoções para voos que ainda não foram muito procurados, outras fazem promoções relâmpago ou de fim de semana, ou seja, sempre há a possibilidade de encontrar bons preços.

Mas o grande problema dessas ações, é que não dá pra saber por quanto tempo elas vão durar. Isto é, não dá para gastar muito tempo pensando se você quer ou não, é preciso comprar na hora!

Então, já deixe o limite do cartão liberado, tenha todos os seus dados mais importantes — e dos seus acompanhantes na viagem — anotados em um local de fácil acesso e fique de olho em todas as promoções.

Cadastre-se em sites que enviam avisos de passagens com preço baixo, faça download de aplicativos que notificam quando há descontos, assine a newsletter das empresas aéreas e não perca tempo!

Voar com empresas low cost

Infelizmente, o Brasil ainda não conta com companhias aéreas low cost — apesar de as empresas nacionais estarem tentando diminuir os custos de suas viagens. Porém, em viagens internacionais, especialmente dentro da Europa, esse tipo de companhia é uma excelente opção.

As tarifas geralmente são muito baixas, mesmo nos voos internacionais e, muitas vezes, são mais baratas que as passagens de trem ou de ônibus. Mas é preciso ter atenção a alguns detalhes para que o barato não saia caro demais.

Leia atentamente às regras da companhia antes de comprar suas passagens. Geralmente, os valores mais baixos não permitem que você despache uma bagagem e nem faça check-in no aeroporto. Nesses voos também não é servido lanche gratuitamente, mas há um cardápio para quem quiser comprar.

Além disso, os aeroportos costumam ser mais distantes e os horários das passagens nunca são excelentes. São vários pontos a se considerar, mas ainda vale a pena para quem tem a economia como prioridade!

Como economizar usando milhas?

As milhas são uma espécie de bonificação que as companhias aéreas oferecem aos seus clientes, com o intuito de fidelizá-los. Quanto mais você voa com uma mesma empresa, mais pontos acumula e depois pode trocá-los por diversos benefícios.

Mas para fidelizar até mesmo os clientes que não voam com frequência, as companhias costumam fazer parcerias com várias outras empresas, de diversos segmentos. Além disso, é possível acumular pontos por meio de compras feitas com o cartão de crédito, e podemos dizer que essa é a forma mais fácil e vantajosa de juntar um bom número de milhas.

O benefício mais buscado é o resgate de passagens aéreas, e essa é uma excelente maneira de economizar com esse item. Assim, você pode voar pagando apenas a taxa de embarque, ou um valor muito menor do que o preço total da passagem. Quer economia maior do que essa?

O único problema é que você precisa de um número considerável de pontos para conseguir trocá-los por um outro voo, o que pode demorar muito se não for um passageiro frequente ou se não usar muito o seu cartão.

Nesse caso, é preciso se preocupar com a validade de suas milhas e ter certeza de que conseguirá usá-las antes de expirarem. Mas o que fazer se não conseguir juntar pontos suficientes antes de perder os que você já tem? É possível pagar para aumentar a validade deles ou então ganhar algum dinheiro vendendo-os.

As milhas podem te ajudar a economizar, mesmo que você não consiga acumular o mínimo necessário. Como já dissemos, dá para comprar passagens baratas com milhas de outra pessoa, usando algum site que faça o intermédio entre o comprador e o vendedor. Você vai economizar muito utilizando essa técnica, e ainda ajudar outra pessoa a lucrar também!

É melhor usar minhas milhas ou vendê-las?

Muito se fala em vender as milhas que estão prestes a expirar, mas será que essa é a única ocasião em que isso vale a pena? Bem, talvez não! Vender seus pontos pode ser muito lucrativo, mesmo que você viaje com frequência.

Por exemplo: vamos imaginar que alguém esteja buscando um voo que custe R$ 200 ou dez mil milhas. A pessoa tem essas milhas disponíveis e pensa: “que ótimo! Vou resgatar essa passagem pagando apenas a taxa de embarque!”. Porém, ela faz um orçamento e descobre que consegue vender essas dez mil milhas por R$ 300. E aí percebe que pode vendê-las, comprar a passagem, pagar a taxa de embarque e ainda sobra um dinheiro para pagar o lanche no aeroporto.

E quer mais uma vantagem? Se a pessoa usar as tais dez mil milhas para resgatar a passagem, ela não ganha nenhum outro benefício da companhia aérea nesse voo. Mas se vendê-las e reservar o voo usando dinheiro, ela ganha os pontos referentes a essa viagem!

Viu como pode ser muito melhor e mais vantajoso? Então, é preciso fazer todos os tipos de pesquisa antes de reservar seu voo! E não se preocupe, vender milhas é muito seguro — desde que se faça isso em um site de confiança!

É seguro comprar passagens com as milhas de outra pessoa?

Para quem nunca realizou esse processo, várias dúvidas surgem e pode ser um pouco difícil entender. “Como assim eu vou usar as milhas de outra pessoa?”; “Quem vai resgatar as minhas passagens?”; “O dono dos pontos pode cancelar meu bilhete depois?”; “Como eu vou saber se deu tudo certo?”; “Como funciona a hora do check-in?”

São perguntas muito comuns e que fazem todo sentido, afinal, ninguém quer pagar centenas de reais em uma passagem e correr o risco de alguma coisa dar errado, não é mesmo? Mas pode ficar tranquilo, pois é tudo muito seguro.

Depois de escolher seu voo e fazer o pagamento, o próprio site intermediador ou o vendedor das milhas faz o resgate da passagem em até 24 horas. Então, você recebe um e-mail e um SMS com a confirmação da sua viagem e o código localizador do seu voo — que será usado para fazer o check-in.

É importante ler as regras do site, do voo e tudo mais, para entender como funciona a política de alteração e cancelamento.

Já deu para perceber que só paga caro nas passagens aéreas quem não se programa ou tem preguiça de pesquisar os melhores preços, né? Com tanta dica legal, a gente tem certeza que a partir de hoje você vai começar a viajar muito mais e a dar muito mais valor para as milhas, tanto para as suas quanto para as dos outros.

Não se esqueça das regras básicas: planeje-se com antecedência, seja o mais flexível possível, pesquise muito e saiba usar os benefícios oferecidos pelas companhias aéreas!

Gostou das dicas para encontrar passagens aéreas mais baratas? Quer receber mais informações úteis para suas próximas viagens? Então, faça seu cadastro no nosso site

Comentários

Deixe um Comentário