Itaú muda regras em programa de milhas e prejudica clientes

Como todos nós sabemos, uma das maneiras mais fáceis de acumular milhas aéreas é por meio do uso do cartão de crédito. Porém, o Itaú – informa o portal Infomoney – tomou uma decisão que prejudica seus clientes que usam tal ferramenta para acumular pontos em programas de fidelidade nas empresas aéreas.

A partir de 1º de março, o “Sempre Presente” – programa de fidelidade do Itaú – irá requerer 25% a mais de pontos para a conversão dos pontos acumulados no cartão de crédito em milhas aéreas: de 1 ponto por milha para 1,25 ponto por milha. Além disso, algumas categorias de seu programa de fidelidade terão o período de expiração de seus pontos reduzido, o que prejudica os clientes da instituição.

Logo, se tem pontos no “Sempre Presente”, recomendamos que faça a troca até o dia 28 deste mês.

Perda de mercado

Devido a esta mudança, o Itaú pode perder mercado no segmento de cartão de crédito, de acordo com analistas do banco Santander.

De acordo com o banco espanhol, a decisão do Itaú deve ser isolada, pois outras instituições podem perder mercado: “O Itaú poderá perder participação de mercado no segmento de cartões de crédito(…) O Bradesco nos informou que não seguirá essa estratégia e, a nosso ver, tampouco outros bancos”.

O portal Infomoney procurou o Itaú para comentar essa mudança. O banco porém, por meio de sua assessoria de imprensa, informou que não está comentando o assunto.

Além do cartão de crédito, há outras maneiras de acumular milhas aéreas. Visite nossa página de dúvidas e veja como.

Comentários

Deixe um Comentário