Quais são os países que precisam de visto para viajar?

Ponha fim às suas dúvidas e fique por dentro de quais países solicitam o visto e como se preparar para pedi-lo.

Você começou a se organizar para viajar ao exterior e bateu aquela incerteza sobre quais países que precisam de visto? Pois saiba que não é o único com essa dúvida! Na verdade, ela é mais recorrente do que se imagina entre os viajantes, especialmente para quem planeja fazer uma viagem com múltiplos destinos e visitar locais fora dos circuitos turísticos mais óbvios, como as nações da África, da Oceania e da Ásia.

Por essa razão, preparamos um post para falar sobre o assunto, informando não só quais lugares exigem o documento, mas também as razões que envolvem essa decisão, se ele pode ser dispensado, o que é preciso para solicitá-lo e os cuidados necessários durante o processo. Acompanhe!

Por que algumas nações exigem esse documento?

Bem, existem alguns motivos por trás dessa decisão e eles vão variar de acordo o destino escolhido. O principal deles é o intuito de diminuir as possibilidades de imigração ilegal.

Afinal de contas, com a obrigatoriedade de visto há um processo seletivo que autoriza apenas a entrada daquelas pessoas que atendem aos pré-requisitos do lugar e têm vínculos profissionais e pessoais no país de origem. Ou seja, os viajantes que vão para conhecer e turistar — impulsionando a economia local —, mas não pretendem permanecer nele.

Outras razões para a exigência de visto são o tipo de regime político adotado no território e o fechamento (ou limitação) das fronteiras para a circulação de mercadorias e pessoas de outras nacionalidades.

Fora o que já foi dito, a emissão de visto pode ocorrer também pelo fato de a nação não ter uma relação diplomática muito sólida com o Brasil — não contando nem mesmo com um posto de representação consular brasileiro na região.

Há alguma situação em que ele possa ser dispensado?

Sim, existem algumas. Uma delas é quando você adquire uma passagem para um local e ela conta com conexões em um ou mais países que precisam de visto. Por exemplo, o seu destino final é Portugal — onde não é necessário o documento —, mas o avião faz uma parada em Cabo Verde — onde ele é obrigatório.

A princípio, essa situação pode parecer meio confusa e deixá-lo com dúvidas se será ou não exigido um visto. No entanto, não há porque se desesperar! É que, nesses casos, os países tendem a dispensar o viajante, uma vez que ele está em trânsito e não vai sequer sair do aeroporto. Ao contrário, permanecerá dentro dele, na área de embarque, apenas esperando para fazer a troca de aeronave e seguir o itinerário da viagem.

“Entendi. Porém, e se o intervalo da minha conexão não for de algumas horas, mas sim de alguns dias? O que devo fazer?”, você deve estar se questionando. Isso porque o stopover tem se tornado mais popular a cada dia e mais pessoas têm aderido a ele. Portanto, se você optar por esse tipo de conexão mais longa, é preciso pesquisar com os representantes diplomáticos do país no Brasil se a dispensa continua válida ou se é preciso requisitar um visto de trânsito.

Além disso, há um cenário específico em que brasileiros são isentos de visto e que diz respeito ao Canadá. É que, desde 2017, essa nação exime os viajantes de solicitar esse documento quando eles possuem um visto americano válido. Logo, se esse é o seu caso, bastará solicitar o eTA, que é uma autorização eletrônica de viagem, e pronto. Sua entrada no território canadense estará liberada!

Quais países que precisam de visto?

Até aqui, você já viu quais são os motivos por trás da decisão de alguns países em solicitar visto para os turistas brasileiros e em que situações ele pode ser dispensado. Porém, deve estar curioso para saber quais são, afinal, as nações que impõem a obrigatoriedade desse documento, não é mesmo? Por isso, a gente reuniu, abaixo, os principais destinos em cada continente que compartilham essa exigência:

  • América: Estados Unidos, Canadá e Cuba;
  • África: Cabo Verde, Camarões, Nigéria, Moçambique, Angola e Egito;
  • Europa: Moldova;
  • Oceania: Austrália, Ilhas Salomão, Papua-Nova Guiné e Vanuatu;
  • Ásia: China, Japão, Índia, Taiwan, Nepal, Butão e Vietnã.

Vale lembrar que a lista completa, tanto com os países que solicitam quanto com os que dispensam o visto para turistas brasileiros, pode ser acessada no Portal Consular do Ministério das Relações Exteriores, do Itamaraty.

O que é necessário para tirar o visto?

A documentação necessária para visto é definida por cada nação e pode sofrer alterações sem aviso prévio, com o objetivo de facilitar ou dificultar o processo de acordo com as políticas imigratórias que são adotadas ao longo dos anos pelo lugar.

Contudo, de uma forma geral, os principais documentos são um passaporte válido por, pelo menos, seis meses a contar da data de regresso da viagem e os comprovantes de renda e de vínculo laboral, educacional e/ou familiar no Brasil.

Além disso, você deverá preencher um formulário de requerimento de visto e, quando exigido, participar de uma entrevista com o cônsul na embaixada do país. Lembrando, é claro, que nem todos os destinos contam com essa etapa de entrevista pessoal e todas as fases são feitas eletronicamente, como é o caso da Austrália, da China e do Japão.

Quais cuidados devem ser tomados durante o processo?

Os principais cuidados ao longo desse processo envolvem entrar com o pedido de visto com, no mínimo, dois a três meses antes do dia planejado para embarque e não se precipitar e adquirir a passagem antes de obter o documento. Isso porque, além de existir o risco de ele ser negado, há a possibilidade de o processo sofrer atraso e o visto ser entregue depois da data prevista.

Outro ponto importante é ficar atento aos documentos apresentados, pois eles precisam não só serem legítimos, mas principalmente terem todos os dados bastante claros e coesos entre si. Por exemplo, se os seus contracheques apontam que você recebe R$ 4.000,00 mensais, os extratos da sua conta-corrente devem indicar o mesmo valor entrando mês a mês.

Do contrário, a embaixada ou o consulado do país pode entender que, se as informações não batem, algo está errado e a sua viagem tem outras intenções não declaradas, o que é capaz de dificultar ou mesmo proibir a sua entrada no destino.

Agora que você já está por dentro de quais países que precisam de visto, nada de deixar para ir atrás desse documento (ou se informar a respeito do que é preciso para tirá-lo) apenas quando estiver perto de viajar, hein? Ao contrário, providencie ele com o máximo de antecedência para garantir que você passe pela imigração do destino escolhido sem dificuldades!

Ah, e não deixe de assinar a nossa newsletter para conferir dicas de roteiro e sugestões de programas para curtir durante a sua viagem!

Comentários

Deixe um Comentário