Onde ficar no Rio de Janeiro?

Em 2017 foram mais de 6,5 milhões só de turistas internacionais – 42 mil a mais do que no ano anterior, mesmo a cidade tendo sido sede da Copa do Mundo. Os números do Ministério do Turismo mostram ainda que o Rio de Janeiro é a porta de entrada de 20,5% de todos os estrangeiros que chegam ao Brasil. Por outro lado, a meta do governador Wilson Witzel, é chegar a 12 milhões de pessoas por ano. Com isso, é claro que o que não falta é onde ficar no Rio. No entanto, o próprio excesso de ofertas pode confundir o visitante.

Então onde ficar na Cidade Maravilhosa?

O Rio tem de tudo: hospedagem em hotéis de todas as estrelas, hostels, pousadas, pensões, quartos, Airbnb. Mas para quem chega de fora, pode ser bastante complicado decidir onde ficar – principalmente se não quiser pagar uma fortuna em hotéis internacionais na Zona Sul da cidade.

O Centro da cidade, onde se localiza alguns dos locais históricos mais bonitos e interessantes da cidade conta com bons hotéis – e alguns até bastante econômicos. O Atlântico Business Centro e o America’s Granada Hotel são alguns deles.

No entanto, se há a vantagem de ter farta condução na porta, de estar pertinho do Aeroporto Santos Dumont e da Lapa, com toda a tradição de suas casas de shows, há a desvantagem da insegurança. À noite e nos finais de semana a maioria das ruas fica vazia e a frequência não é das melhores.

Onde ficar na Zona Sul do Rio

Se a ideia é aproveitar as praias maravilhosas, o melhor lugar onde ficar é a Zona Sul do Rio. A região é muito grande, englobando vários bairros – inclusive alguns dos metros quadrados mais caros do país, como Leblon e Ipanema.

No entanto, se a ideia é não exorbitar no orçamento, é possível ficar em bairros charmosos e próximos, como Botafogo, Flamengo e Catete, que têm preços mais em conta.

Nesses locais algumas boas opções são o Mercure Botafogo, Íbis Botafogo, Argentina Hotel (Flamengo) e Petit Rio Hotel (Catete). Mas tem onde ficar de forma mais informal também, como os ótimos hostels Villa 25, no Largo do Machado, e o Discovery Hostel.

Já pra quem não se importa em pagar mais, pode aproveitar todo o charme da orla, como Copacabana, Ipanema, Leblon e São Conrado. Aí as opções são muitas, desde o mundialmente famoso Copacabana Palace até o Hotel Atlântico Rio, no mesmo bairro, e que tem preço bem razoável.

Outra ao opção é a Barra da Tijuca, região que não para de crescer. Além de uma das mais belas praias do Rio, o bairro conta com uma infinidade de shoppings e casas de shows, além de alguns dos melhores restaurantes da cidade. Lá, vale a pena experimentar o Windsor Marapendi ou o mais em conta Ibis Barra da Tijuca.

Onde ficar no Rio? No charme de Santa Teresa!

Quer ficar em um lugar descolado, cheio de opções culturais e bares pra lá de badalados? Então, o lugar certo onde ficar é Santa Teresa, uma região central do Rio bem pertinho da Zona Sul.

O local é cheio de pousadas charmosíssimas, que você vai encontrando conforme sobre as ladeiras do bairro. Ali, não tem erro: basta parar em qualquer bar, lojinha ou banca de jornal e se informar.

O lugar é uma verdadeira preciosidade cultural encrostada no Rio, mas não espere muito sossego apesar da aparência de cidade pequena. Lá ouve-se idiomas do mundo inteiro, porque os turistas estrangeiros simplesmente amam o clima local.

Agora que você já sabe onde ficar no Rio, só  falta comprar sua passagem aérea barata na MaxMilhas e fazer as malas. Partiu?

Comentários

Deixe um Comentário