Tudo o que você precisa saber para viajar pelo Norte do Brasil

Viajar pelo Norte do Brasil é uma experiência inesquecível para os turistas. Tanto suas belezas naturais quanto a diversidade cultural e gastronômica são os principais atrativos da região.

Motivos não faltam para visitar o Norte do Brasil. Por exemplo, você sabia que uma praia de água doce está entre as mais bonitas do mundo e ela é brasileira? Isso mesmo! Alter do Chão, no Pará, é destaque em jornais internacionais como o “Caribe da Amazônia”.

Fantástico, não? Quer saber mais? Siga com a gente, pois, neste texto, vamos apresentar os benefícios de visitar a região Norte do país, principais destinos e qual a melhor época para viajar. Continue a sua leitura para programar as suas próximas férias!

O que torna uma viagem ao Norte do Brasil tão especial?

Quem é apaixonado por história aliada a natureza e pessoas ricas em cultura não pode deixar de lado os sete estados que compõem a região Norte do país! Eles são responsáveis por manter algumas das principais tradições históricas vivas na memória da população e dos turistas que se deslocam todos os anos para acompanhar as festividades.

Abaixo, listamos os sete estados da região Norte e as suas capitais. Dessa forma, você vai poder começar a preparar a sua próxima viagem para algum desses destinos incríveis.

  • Amazonas: Manaus;
  • Roraima: Boa Vista;
  • Amapá: Macapá;
  • Pará: Belém;
  • Tocantins: Palmas;
  • Rondônia: Porto Velho;
  • Acre: Rio Branco.

Cada um desses estados oferece possibilidades e roteiros diferenciados aos turistas que decidem viajar pelo Norte do Brasil. A região ocupa cerca de 42% do território nacional e é conhecida pela vasta cultura, gastronomia, paisagens, passeios e opções para todos os tipos de visitantes.

As reservas naturais são um atrativo à parte, em especial, para os turistas com interesses voltados para a preservação ambiental do país. Com tantas opções de destinos para conhecer, montar uma programação perfeita para os seus dias de descanso não vai ser difícil.

Quais os principais atrativos da região?

Como são muitas opções de programação, listamos os principais atributos conforme os estados. Dessa forma, fica mais fácil decidir o seu roteiro de viagem conforme as necessidades e desejos.

Que tal começar a planejar os seus próximos dias de descanso? Conheça os estados do Norte do Brasil e entenda um pouco mais dos motivos que fazem com que esses destinos sejam tão especiais para quem deseja descansar e aproveitar lindas paisagens.

Acre

Muitos brasileiros não fazem a mínima ideia de que viajar pelo Norte do Brasil pode ser uma opção extraordinária para as suas férias, principalmente, se incluir o Acre no roteiro. No entanto, essas pessoas se enganam ao pensar que não existem programações culturais, divertidas e com muita história no estado.

Oficialmente, o Acre se tornou um estado em 1962 e, atualmente, conta com mais de 800 mil habitantes. Inclusive, a região já foi uma das maiores produtoras de borracha do mundo. A Biblioteca Pública Estadual é uma das mais modernas da região Norte e está localizada na capital, Rio Branco.

O Palácio Rio Branco e o Quixadá, local que sediou as gravações da minissérie Amazônia, pela Rede Globo, também são opções que não devem ficar de fora da sua programação.

Por sua vez, a Praça da Revolução é um marco da capital Rio Branco, sendo conhecida por exposições e apresentações culturais gratuitas. Já o Parque Ambiental Chico Mendes oferece trilhas, arborismo e observação de animais. A estrutura do local conta ainda com quiosques para lanches e almoço.

Amapá

A capital do estado, Macapá, pode surpreender os visitantes com as suas peculiaridades. A cidade é a única sede de governo estadual que não tem ligação terrestre com outras capitais brasileiras e também é cortada ao meio pela Linha do Equador.

A melhor maneira de chegar até a capital é por meio de voos, que chegam principalmente de Belém, no Pará. Contudo, apesar da falta de estradas terrestres, a cidade oferece uma estrutura completa, com comércio para todos os gostos de turistas.

Um dos principais pontos turísticos para os visitantes é o Monumento Marco Zero do Equador. O local proporciona ao visitante ficar com um pé no Hemisfério Norte e outro no Sul, uma vez que o estado está localizado na região mais ao Norte do país.

Durante o equinócio da primavera e outono, quando o dia e a noite têm a mesma duração, o sol se encaixa entre o círculo do monumento e proporciona uma paisagem de tirar o fôlego aos visitantes. Nesse período é que são oferecidas programações diferenciadas aos turistas que visitam o local.

Nos arredores do Marco Zero, se encontram ainda o Sambódromo e o Estádio Zerão, conhecido por ser o único campo do mundo no qual um time joga no Hemisfério Norte e outro no Sul.

Conhecida como Pororoca, um dos principais atrativos do estado é o ponto onde as águas do mar e rio se encontram e provocam fortes ondas que atraem surfistas de todo o país. O período de maior intensidade desse fenômeno é durante as épocas de chuva.

Amazonas

Um dos principais atrativos do estado é a sua biodiversidade e o ecoturismo, voltado para a prática de esportes na natureza, sempre preservando o meio ambiente. Na capital, Manaus, é possível encontrar passeios pelo Rio Amazonas, fazer visitas ao Teatro Amazonas, e conhecer o encontro das águas onde o mar encontra o rio.

A ponte sobre o Rio Negro e as praias Ponte Negra e Tupe também fazem parte dos atrativos turísticos do estado. O Palácio Rio Negro, antiga sede do governo e residência oficial do governador, é uma aula de história à parte, e envolve os turistas mais engajados com o passado do Brasil.

No estado, também é possível presenciar o fenômeno Pororoca, no rio Amazonas e conhecer a onda mais larga do mundo. A formação do evento costuma acontecer a cada 12 horas.

Pará

O estado litorâneo oferece passeios em reservas florestais, visitas em praias paradisíacas, paisagens deslumbrantes e uma cultura rica em história, que proporciona um aprendizado inesquecível.

O Pará é o segundo maior estado do Brasil e um dos principais atrativos da região são as praias de água doce, que já foram destaque internacional na imprensa. As cachoeiras e cidades históricas também ajudam na hora de elaborar um roteiro de viagem que inclua os principais destinos turísticos.

Localizada a 340 km da capital, Belém, a vila de Algodoal fica na ilha de Maiandeua. Com uma preservação surpreendente da cultura dos pescadores locais, a região é uma verdadeira mina de ouro para os turistas que gostam de praias desertas e paisagens quase desconhecidas por grande parte da população brasileira.

Tocantins

Que tal nadar em cachoeiras, fazer atividades radicais na natureza, conhecer lugares históricos e guardar memórias inesquecíveis? O estado do Tocantins oferece isso tudo para você na hora de viajar pelo Norte do Brasil.

Jalapão, um dos principais destinos turísticos do estado, foi sede das gravações de ”O Outro Lado do Paraíso”, novela do horário nobre da Rede Globo. O capim que nasce dourado, águas cristalinas e dunas alaranjadas são os principais atrativos da região, que está crescendo na área do turismo nacional após a exposição na televisão.

A Ilha do Bananal é a maior ilha fluvial do mundo: são 20 mil quilômetros quadrados de extensão, e é classificada pela UNESCO como reserva da Biosfera. A capital, Palmas, foi fundada em 1989 e seu planejamento inclui avenidas largas, quadras planejadas e uma arquitetura inovadora para a região Norte.

Rondônia

Conhecido por suas comunidades indígenas e população ribeirinha, o estado está atraindo cada vez mais observadores de pássaros do mundo inteiro. A vasta diversidade de espécies locais transformou Rondônia em um destino conhecido internacionalmente por turistas que viajam para observar e fotografar os diferentes tipos de aves.

O estado é o terceiro mais populoso do Brasil e o terceiro mais rico da região Norte. O Mercado Central, na capital, é um destino que não pode ficar de fora da sua programação ao conhecer Rondônia. Além de oferecer produtos regionais, como frutas e comidas típicas, é possível encontrar os principais peixes da região.

A fauna e a flora diversificada sempre foram um dos principais atrativos de Rondônia. A capital, Porto Velho, é um centro histórico com praças e exposições de arte que encantam os visitantes.

Em Ji-Paraná, é possível visitar o Museu das Comunicações Marechal Rondon, espaço que apresenta a história viva da cidade e as dificuldades dos primeiros moradores para se instalar nas margens do rio. O local também foi a casa de Marechal Cândido Rondon durante a construção do telégrafo.

Roraima

Com apenas 500 mil habitantes, o estado de Roraima é o menos populoso em todo o país. Em seu território, há predominância da floresta tropical, que ocupa 72% de toda a sua extensão.

Por se tratar de uma região preservada, um dos principais responsáveis pela movimentação econômica do estado é o turismo e o ecoturismo. O Monte Roraima é um dos pontos mais altos do Brasil e um dos locais mais antigos do mundo.

A Serra do Tepequém, Pedra Pintada, Forte São Joaquim e a capital, Boa Vista, fazem parte dos roteiros de viagem imperdíveis para os turistas que visitam o estado. A cidade, sede do governo estadual, é banhada pelo Rio Branco, que proporciona aos moradores e visitantes uma paisagem de tirar o fôlego.

Também na capital, Boa Vista, é que se encontram a Praça das Águas, com um monumento que foi revitalizado recentemente pela prefeitura, e o Aquamak, um parque aquático no meio da natureza com atrações para crianças e adultos. Ambas as programações podem ser incluídas em todos os tipos de roteiros de viagem, desde mochilões até passeios em família.

Qual é a melhor época para viajar ao Norte do Brasil?

Durante o ano, a paisagem dos estados que compõem a região Norte do país muda significativamente. Um dos fatores principais para essas mudanças são as chuvas, que ocorrem em diferentes estações.

Essa questão também influencia o nível das águas, que pode favorecer ou prejudicar certos passeios de barco e visitas em praias de água doce. Cada período oferece paisagens únicas, que proporcionam fotografias deslumbrantes.

Fevereiro a maio

Conhecido como o período das chuvas, é a época na qual os animais se mostram mais ativos, os canais e braços dos rios ficam cheios e possibilitam a passagem de canoas para passeios.

As temperaturas variam entre 24°C e 35°C em todas as estações do ano. Sendo assim, é preciso se preparar para enfrentar o calor. Na hora de arrumar a malapriorize roupas leves, e também não se esqueça do protetor solar e repelente.

Junho a setembro

Nessa época do ano, as chuvas já cessaram, no entanto, é o período no qual os rios atingem as suas alturas máximas, com a possibilidade de navegar de barco e canoa em águas que alcançam a copa das árvores. Durante esse período, os animais costumam se reproduzir, portanto, é comum encontrar ovos ou filhotes pela região.

Outubro a novembro

Durante esses meses, os rios começam a baixar e as praias de água doce e bancos de areia aparecem, formando piscinas naturais em diferentes partes das florestas, um atrativo à parte para quem gosta de mergulhos.

Uma característica muito diferente que é encontrada por quem opta por viajar pelo Norte do Brasil são as construções ribeirinhas, construídas dentro do rio e projetadas para acompanhar o nível da água, evitando enchentes ou danos por conta das variações durante o ano.

Dezembro a fevereiro

O auge do verão traz novamente os períodos de chuva, voltando a alagar os bancos de areia e praias de água doce que surgem durante a seca. O nível da água sobe e, após as altas temperaturas, os animais começam o seu período de reprodução.

O que pode ser explorado em sua cultura?

Existe uma infinidade de possibilidades de conhecimento e aprendizado quando se trata dos costumes, culinária, festas típicas e até mesmo variações da nossa língua nativa, o português.

Ao viajar pelo Norte do Brasil, é possível encontrar tribos indígenas, imigrantes de outros países que fazem fronteira com o Brasil e moradores de outras regiões, que apostaram nas riquezas naturais dos estados. Toda essa diversidade populacional é uma das grandes responsáveis por contribuir para as características culturais encontradas em cada cidade.

Festas Típicas

Com duas celebrações conhecidas nacionalmente, o Círio de Nazaré e o Festival de Parintins, podemos dizer que as festividades culturais encontradas pelo Norte do Brasil fazem parte do calendário de eventos mais importantes do país. Saiba mais sobre as festas típicas logo abaixo:

Círio de Nazaré

Realizada anualmente em Belém, no Pará, o Círio de Nazaré reúne cerca de duas milhões de pessoas. Conhecida por ser uma das procissões católicas mais bonitas do mundo, o evento é um espetáculo emocionante e homenageia a Nossa Senhora de Nazaré, mãe de Jesus.

A caminhada acontece sempre no segundo domingo de outubro, período em que os rios começam a baixar no Norte, portanto, se você deseja participar do evento religioso, ainda consegue conhecer outros pontos turísticos ribeirinhos e praias de água doce que se formam na região.

Festival de Parintins

Também conhecida como festa do boi-bumbá, o Festival de Parintins, acontece em junho, no estado do Amazonas. A celebração é uma das variações do bumba meu boi e é conhecida como a primeira expressão do teatro popular brasileiro.

No total, o Festival de Parintins conta com três noites de apresentações, com temáticas de agremiações do Boi Garantido (vermelho) e Boi Caprichoso (azul). Durante as festividades, são abordados temas culturais por meio de alegorias e encenações com lendas folclóricas, rituais indígenas e costumes da população local.

Ele é realizado no último final de semana de junho, logo, os turistas que decidem viajar pelo Norte do Brasil nessa época encontram os rios cheios e conseguem andar de canoa ou barco entre a copa das árvores.

Folia de Reis

Folia de Reis também é considerada um evento expressivo na região. A celebração representa o nascimento de Jesus Cristo e encena a visita dos três Reis Magos à gruta de Belém, para abençoar o menino. A festa é de origem portuguesa e, com um caráter mais divertido, celebra o nascimento de Cristo. Os eventos acontecem entre 24 de dezembro e 6 de janeiro.

Outro atrativo em termos de celebrações típicas que não deve ser deixado de fora por quem deseja conhecer a cultura abundante da região Norte é a cidade de Jerusalém da Amazônia. O local é conhecido internacionalmente por ser a maior cidade cenográfica do mundo, e é palco para o espetáculo da Paixão de Cristo, durante a Semana Santa.

Todos os anos, durante o período da comemoração, a cidade de Porto Velho recebe milhares de turistas que viajam de diversas localidades para presenciar o espetáculo.

Comidas típicas

Os costumes indígenas ainda são muito presentes na culinária dos brasileiros na região Norte. Nesse sentido, os deliciosos pratos típicos fazem parte de uma herança cultural de diferentes tribos, contribuindo diretamente para a história local.

Uma das principais bases para os pratos típicos é a mandioca, acompanhada de diferentes tipos de peixes. Além disso, no Amapá, é comum encontrarmos a carne de sol entre as principais receitas da população.

No Pará, o principal prato oferecido aos turistas é o tucupi, um caldo de mandioca cozida e espremida no tipiti — peneira indígena. A receita é bastante conhecida, principalmente, com o conhecido pato no tucupi.

Viajar pelo Norte do Brasil também significa conhecer a origem da muçarela de búfala no país. É na Ilha de Marajó que o leite do animal começou a ser utilizado para a produção de queijo.

O bolo de macaxeira, também chamada de aipim e pertencente à mesma raiz da mandioca, faz muito sucesso em todo o Norte. O alimento pode ser utilizado na produção de farinhas e doces.

Além desses pratos típicos, a biodiversidade local oferece uma variedade de frutas que são encontradas apenas nessa região e cativam o paladar dos visitantes. São elas o açaí, bacuri, buriti, cupuaçu, pupunha, tucumã e muito mais!

Artesanato

Com produções que envolvem tecidos, fibras, cerâmica, pedra-sabão, barro, couro, látex, madeira e muito mais, os trabalhos que cativam os olhares dos turistas representam a expressão cultural de toda a região. São produzidos brincos, colares, pulseiras, itens de decoração e roupas.

As tribos indígenas também aproveitam as suas culturas de produção de artesanato para comercializar os seus produtos com os visitantes. Dessa forma, os seus artigos se tornam uma fonte de renda para a população.

Os Carajás são conhecidos pelos seus talentos com a produção de artes plumárias e cerâmica. É possível encontrar grupos pertencentes a essa tribo no Pará e Tocantins. Nesses mesmos estados é onde a tribo Awke (ou Xerente) produz os seus trançados, também conhecidos como cestaria.

Típico do Jalapão, o capim dourado é um dos principais responsáveis pela produção dos itens de artesanato, como bolsas, mandalas, chapéus e enfeites. Ao todo, são cerca de 50 produtos que podem ser confeccionados por meio dessa matéria-prima, que não pode ser dobrada. Por isso, os materiais têm um formato arredondado.

Como viajar pelo Norte do Brasil?

São cerca de 20 aeroportos na região, que atendem à demanda de turistas e moradores que dependem do transporte aéreo. Portanto, comprar passagens aéreas para começar a programar a sua viagem não vai ser uma tarefa difícil.

Algumas das principais cidades do Norte do Brasil têm aeroportos internacionais, facilitando a visita de turistas estrangeiros aos destinos turísticos da região. São elas:

  • Belém;
  • Manaus;
  • Porto Velho;
  • Macapá;
  • Santarém;
  • Rio Branco;
  • Boa Vista;
  • Cruzeiro do Sul.

Em algumas regiões, o translado é feito por meio de balsas e barcos, principalmente, para roteiros que incluem passeios em locais mais afastados. No entanto, essa programação proporciona paisagens deslumbrantes com atividades divertidas.

Embora ainda sejam regiões pouco exploradas por brasileiros, muitos turistas internacionais estão mudando os seus roteiros de viagem e optando por conhecer as nossas belezas da floresta Amazônica. Sendo assim, quais são as nossas razões para desperdiçar a oportunidade de visitar esses lugares privilegiados que estão em nosso país, não é mesmo?

Viajar pelo Norte do Brasil é uma oportunidade de ouro para os turistas que são apaixonados por aventuras, natureza e belezas naturais. As infinitas possibilidades de passeios, hospedagem, programações e roteiros para todas as idades ajudam a proporcionar momentos ainda mais especiais.

Que tal começar a planejar a sua viagem pelo norte do Brasil? Continue a sua visita em nosso blog e leia o nosso artigo sobre como otimizar suas milhas e prepare as malas!

Deixe um Comentário