Vai viajar para Buenos Aires? Saiba o que fazer na capital argentina

Caminito street in Buenos Aires, Argentina.

Já tem milhas suficientes para viajar rumo à Argentina e pousar na charmosa Buenos Aires? Então pode comemorar, treinar o espanhol, preparar o paladar para experiências gastronômicas espetaculares e ajeitar todas as malas.

O roteiro? Deixa com a gente. Neste post você confere dicas de locais imperdíveis para visitar na cidade portenha já aclamada como a “Paris da América Latina”. Pronto para embarcar?

1. San Telmo

Um dos bairros mais antigos de Buenos Aires é também um dos espaços mais charmosos da capital argentina. Antigo reduto da aristocracia local, Sant Telmo experimentou a decadência em 1871, quando uma epidemia de febre amarela tomou conta da comunidade.

Atualmente, foi-se o trauma, mas ficaram as construções coloniais totalmente preservadas. San Telmo também é ponto de encontro boêmio cheio de bares e restaurantes ao som do bom e velho tango.

Gosta da Mafalda, a fofíssima personagem de Quino? Pois uma das figuras mais emblemáticas dos quadrinhos argentinos tem espaço especial em San Telmo, onde estátua da personagem se transformou em ponto turístico!

Não há quem passe por lá e resista a uma foto ao lado dela, que faz parte de um roteiro especial chamado “Passeio das Historietas”.

2. Avenida 9 de Julho

De San Telmo ao famoso Obelisco você precisará de uma caminhadinha rápida antes de cair no cruzamento entre as Avenidas 9 de Julho e Corrientes, onde o monumento foi instalado. As vias são atrações à parte pelo tamanho, pela movimentação e até mesmo pelos prédios ornados com figuras gigantes nas fachadas em homenagem a Evita Péron.

A arquitetura local também é um convite a olhares curiosos e boas fotos para recordações. Aliás, falando nisso, vale a pena dar um pulo no Teatro Cólon. Verdadeiro orgulho dos argentinos, o teatro é considerado um dos melhores e mais bonitos “templos” da ópera no planeta e teve acústica elogiadíssima por ninguém menos que Pavarotti, que chegou a temer se apresentar no local.

3. Recoleta

Bairro indicado por dez entre dez argentinos aos turistas que passam por Buenos Aires, a Recoleta é área cheia de atrações, possibilidades de lazer e cartões-postais. Além da tradicional Igreja de Nossa Senhora do Pilar, dos parques sempre cheios e da feirinha famosa pelo comércio de prataria a preços bem razoáveis, o local abriga, também, o Cemitério da Recoleta onde estão sepultados grandes ícones argentinos, entre eles Evita Péron.

O túmulo da aclamada primeira-dama e símbolo máximo de popularidade portenha é de longe o mais visitado, mas não é o único a merecer atenção. O Cemitério da Recoleta, que já ostenta o metro quadrado mais caro de Buenos Aires, é na verdade uma grande mostra de arte a céu aberto. Os túmulos, quase megalomaníacos, são ornados com obras espetaculares e com diferentes significados.

Ao sair de lá, dê um pulinho no El Ateneo Grand Splendid, antigo teatro que hoje abriga uma livraria e um aconchegante café.

4. Palermo

Outra área aclamadíssima de Buenos Aires, Palermo é um aglomerado democrático de opções de lazer, compras e visitação. Dividido nas áreas de Palermo Chico, Bosques de Palermo, Palermo Soho e Palermo Hollywood, o local é chamariz de quem curte desde estilo urbano a contato amplo com a natureza em parques cuidadosamente desenhados. Tudo isso passando por redutos de compras abarrotados de outlets e vizinhança cheia de estúdios ou locações cinematográficas.

A vida noturna? É simplesmente uma das mais movimentadas da capital argentina.

5. Caminito e La Boca

Quem já pesquisou sobre pontos turísticos de Buenos Aires ou já teve algum guia de viagens em mãos com certeza já esbarrou com as mais que coloridas imagens de Caminito. Antigo antro boêmio da capital portenha, a simpática rua foi transformada em um corredor de imóveis cheios de cores e tango a céu aberto, além de lojinhas perfeitas para a compra de souvenirs.

A poucas quadras dali, La Boca é visitação obrigatória para os apaixonados por futebol. Afinal, lá está a imponente Bombonera, estádio oficial do Boca Júniors por onde passou ninguém menos que Diego Maradona e palco de partidas emblemáticas contra o arquirrival River Plate.

O caminho para visitação das arquibancadas e do gramado passa por um museu que reconta a história do futebol na Argentina e ajuda a explicar a paixão dos “hermanos” pelo esporte.

E então, pronto para colocar em prática nosso roteiro e curtir suas milhas em grande estilo? Deixe seus comentários e dê um pulinho em outros posts. Tem conteúdo de sobra para quem quer viajar. Até a próxima!

Deixe seu comentário!