Feriado e viagem: como planejar e aproveitar todas as suas folgas

Você é daqueles que não suportam passar um feriado sem fazer uma viagem? Saiba, aqui, como planejar as suas folgas durante o ano!

A vida cotidiana pode ser bastante estressante e dura para quem tem que “correr atrás do prejuízo”, como os brasileiros costumam dizer. Trabalho, escola, filhos e todas as outras responsabilidades ocupam grande parte das nossas rotinas, tornando difícil fazer viagens com muita frequência.

Contudo, para alegria geral da nação, existem os feriados, que são as datas comemorativas do calendário em que, em geral, ninguém trabalha ou estuda. Espalhados ao longo do ano, esses preciosos dias de folga são muito apreciados por quem ama botar o pé na estrada.

Quer aproveitar o próximo feriado e fazer aquela viagem dos seus sonhos? Neste guia, vamos dar as melhores sugestões para você organizar e curtir para valer os feriadões do ano todo.

Os 11 principais feriados do ano

No Brasil, os feriados nacionais são em homenagem às datas ligadas à fé Católica e aos fatos históricos da nação. Alguns desses feriados têm data fixa, enquanto outros, como a Páscoa e o Corpus Christi, são celebrados de acordo com o calendário da Igreja Católica e variam de dia a cada ano.

Durante o ano, os feriados podem cair em dias que possibilitam fazer uma “ponte” com o final de semana, que é a famosa emenda. Por exemplo: o 7 de setembro cai numa quinta-feira, então, é comum a sexta-feira ser emendada, formando um feriadão.

Cada estado e cidade também tem os seus feriados, que são definidos por leis locais e sem validade em outros lugares do país. Existem casos em que os feriados nacionais são próximos a comemorações regionais, o que pode provocar uma ponte de até uma semana.

A seguir, apresentamos as 11 principais datas comemorativas que são feriados em todo o Brasil:

1. Ano Novo (01/01)

Conhecida também como Confraternização Universal, comemora no mundo todo a chegada de um novo ano no Calendário Gregoriano.

Apesar de algumas nações, como China e Rússia, usarem calendários diferentes e tenha outras datas que marcam a passagem de um ano, todos os países comemoram à sua maneira o dia 1º janeiro.

Enquanto no Brasil as pessoas celebram com fogos, festas nas ruas e muita música, os japoneses, por exemplo, preferem se reunir com a família nos templos budistas para meditar sobre o ano que está chegando.

2. Carnaval

A festa mais popular do Brasil não tem uma data fixa, mas costuma ocorrer entre fevereiro e março. Os dias do Carnaval são definidos em relação ao dia que é comemorada a Páscoa. A festa pagã é realizada sempre sete semanas antes da celebração Católica.

Na verdade, o Carnaval nem é um feriado oficialmente, porém, os brasileiros já incorporaram a folia ao calendário oficial do país.

As cidades do Nordeste do Brasil costumam receber milhares de turistas nos quatro dias de festa, contudo, capitais do Sudeste, como São Paulo, Rio de Janeiro e Belo Horizonte são famosas por seus carnavais de rua, que atraem milhões de pessoas todos os anos.

3. Sexta-Feira Santa + Páscoa

Data de quando os cristãos relembram a morte e ressurreição de Jesus Cristo. Conhecida também como Sexta-Feira da Paixão, o feriado é celebrado em dias diferentes a cada ano.

A data da Páscoa é definida, segundo a tradição Católica, sempre no domingo logo após a primeira lua cheia depois do equinócio da primavera/outono (no hemisfério norte/sul). Por convenção, a Sexta-Feira Santa sempre cai entre os dias 22 de março e 25 de abril.

4. Tiradentes (21/04)

Feriado em homenagem a Joaquim José da Silva Xavier, o Tiradentes, líder da Inconfidência Mineira, movimento antimonarquia que desafiou os colonizadores portugueses no século 18.

Acusado pelo Rei de Portugal de conspirar contra a coroa, foi capturado, julgado e executado no dia 21 de abril de 1792, se tornando mártir-símbolo da luta pela formação da República.

5. Dia do Trabalhador (01/05)

Outra data universal, o Dia do Trabalhador homenageia todos os trabalhadores no dia 1º de maio.

A celebração surgiu depois que operários de Chicago, nos Estados Unidos da América, fizeram uma greve, em 1886, para exigir melhores condições de trabalho, como jornada reduzida e pagamento justo.

6. Corpus Christi

Importante data da fé Católica, o Corpus Christi significa “o Corpo de Cristo”, que remete às celebrações da eucaristia. A sua comemoração também é móvel, ocorrendo sempre 60 dias após a Páscoa.

Em muitas cidades do Brasil, como Paraty (RJ), Pirenópolis (GO) e São Luiz do Paraitinga (SP), os devotos fazem procissões e montam nas ruas tapetes feitos de serragem e flores, que proporcionam lindas imagens.

7. Dia da Independência do Brasil (07/09)

No dia 7 de setembro de 1822, às margens do Riacho do Ipiranga, em São Paulo, o príncipe regente Dom Pedro deu o famoso “grito do Ipiranga”, quando proclamou a independência do Brasil de Portugal.

Com as célebres palavras “independência ou morte”, o jovem líder tornou-se o imperador Dom Pedro I e deu início a um novo período social e político ao Brasil.

8. Dia de Nossa Senhora Aparecida (12/10)

Esse feriado é uma celebração da fé à Nossa Senhora Aparecida, conhecida como “A Padroeira do Brasil”.

A tradição começou em 1717, quando três pescadores encontraram uma imagem de Nossa Senhora nas águas escuras do rio Paraíba, na região de Aparecida, no interior de São Paulo.

No mesmo dia, 12 de outubro, o país também comemora o Dia das Crianças.

9. Finados (02/11)

O feriado de 2 de novembro é o dia em que os entes queridos que já se foram são lembrados. Parentes e amigos dos finados costumam visitar os cemitérios Brasil afora para levar flores aos túmulos e fazer preces.

No México, o “Dia dos Mortos” é comemorado na mesma data, só que em vez de lamento, os mexicanos organizam grandes festas em homenagem aos antepassados que já morreram.

10. Proclamação da República (15/11)

O dia da Proclamação da República, comemorado todo 15 de novembro, é em alusão ao movimento cívico que determinou o fim do governo da monarquia para dar lugar à República.

11. Natal (25/12)

Feriado mais importante do catolicismo, o Natal é a celebração do nascimento de Jesus Cristo. Os brasileiros têm o costume de passar esse dia com a família, quando todos se sentam à mesa para a tão esperada ceia.

Comemorado em 25 de dezembro, o feriado costuma ser uma emenda de uma semana, já que logo no dia 31 é celebrada a virada do ano.

Dicas de planejamento para uma viagem no feriado

Um feriado é uma ótima oportunidade para fazer uma viagem, porém, essas folgas costumam durar apenas de dois a quatro dias. Sendo assim, fazer um bom planejamento é fundamental para aproveitar ao máximo a sua aventura.

Afinal, a logística para viajar demanda diversos procedimentos antes do embarque, como a escolha do destino, a definição da melhor época para ir, o tempo gasto com o deslocamento, a compra das passagens aéreas, as reservas de hospedagem, quais atrações quer visitar e por aí vai.

Um bom estudo antecipado de sua jornada garante economia de tempo e de dinheiro, já que definições em cima da hora acabam custando bem mais caro, além de ser um facilitador para você se meter em roubadas.

Com um bom tempo para pesquisar e organizar a empreitada, é possível tomar as decisões mais acertadas. As passagens aéreas baratas e as hospedagens com o melhor custo-benefício costumam ficar disponíveis alguns meses antes da data de embarque, então é necessário fazer uma varredura por vários dias para encontrar as melhores condições.

A seguir, vamos falar sobre alguns passos que todo bom planejamento de viagem deve ter:

Verifique o calendário do ano todo

Uma boa maneira de começar o seu planejamento de viagens em feriados é já conhecer as datas comemorativas no início de cada ano.

Essa consulta vai abrir o seu leque de opções, já que cada feriado tem as suas peculiaridades, como a quantidade de dias de folga, a estação do ano em que ele ocorre e a agenda de eventos do destino escolhido.

Identifique quantos dias terá de folga em cada feriado

Como o dia da semana em que os feriados caem variam a cada ano, esse estudo antecipado do calendário anual também ajuda a identificar qual será o tamanho da sua folga em cada oportunidade.

Quem tem uma rotina mais estável, com os dias de trabalho e de descanso bem definidos, costuma sair ganhando nos feriados. A pessoa pode confiar que a sua programação não será cancelada por questões de trabalho ou estudo.

Ao contrário de quem tem a agenda que varia muito, já que fica difícil bater o martelo para fazer uma viagem sem saber ao certo se aquela data estará livre. Um cancelamento em cima da hora vai gerar muita dor de cabeça e bastante prejuízo financeiro.

Selecione os destinos que quer visitar

Essa é a principal tarefa para quem quer viajar nos feriadões. Não adianta nada escolher dezenas de destinos quando você tem apenas três ou quatro dias para aproveitar.

A seleção do seu roteiro deve seguir uma ordem lógica, dando preferência para deslocamentos mais curtos, com viagens de, no máximo, quatro horas de duração. Qualquer jornada maior do que esse tempo começa a se tornar inviável para um período curto como um feriado.

Com um destino definido com bastante antecedência, fica mais fácil fazer uma busca por passagens e hospedagens mais baratas. Esse tempo de planejamento também é bom para escolher as atrações que quer visitar durante a sua aventura, além de saber quais são os melhores bares e restaurantes do lugar.

Defina quantos dias ficar em cada destino

Lembre-se de que estamos falando de uma viagem em meio a um feriado, que costuma ter, no máximo, três a cinco dias de duração. Sendo assim, é recomendado ficar ao menos um dia em cada destino para valer a pena o deslocamento.

Claro que existem exceções, como quando você coloca no roteiro uma visita rápida em cidades ou vilarejos que fiquem no caminho entre um destino e outro.

Por exemplo: quando se viaja de carro de Porto Alegre a Gramado, no Rio Grande do Sul, no trajeto existem diversos lugares que valem uma parada para conhecer por alguns minutos, mas não para passar uma noite.

Tudo depende de qual é a sua disposição em sacrificar algum tempo para conhecer um maior número de destinos. Por isso, o que vale é o bom senso e muita pesquisa para saber se um desvio na sua jornada vai render um bom passeio.

Formas de economizar nos feriados

Os feriados nacionais são as melhores oportunidades para os brasileiros partirem numa viagem curta. Só que num país com mais de 200 milhões de habitantes, como é o caso do Brasil, qualquer data comemorativa gera alguns problemas de logística.

O grande fluxo de turistas viajando na mesma data tende a aumentar os valores de passagens, hospedagens, alimentação e atrações nos destinos mais procurados. Por isso, vamos dar, a seguir, algumas sugestões para economizar nas viagens durante um feriado.

Faça tudo com antecedência

Aqui, voltamos à questão do planejamento antecipado da viagem. Como todo mundo tem acesso ao calendário de feriados do ano, fica fácil prever quando será possível embarcar num passeio.

Para conseguir aproveitar as melhores oportunidades de economizar, fique de olho nos principais portais de hospedagens e de venda de passagens por, pelo menos, um período de três meses antes da data da viagem.

Com esse monitoramento constante você acaba percebendo que existem variações diárias nos preços. Com bastante informação em mãos, fica fácil identificar quando uma promoção anunciada pelas empresas aéreas é realmente um bom negócio.

Além de garantir a sua viagem, fazer uma organização antecipada do seu roteiro livra você dos altos custos de uma jornada feita em cima da hora.

Vá para destinos não tão populares

Como tudo no mundo dos negócios, o valor gasto com cada destino turístico varia de acordo com a oferta e a procura.

Os roteiros mais populares são, na maior parte das vezes, os mais caros e concorridos, já que um grande número de pessoas procuram por essas atrações nos feriados.

Quando uma cidade tem grande oferta de voos e acomodações, mas a demanda de turistas fica aquém da sua capacidade, os preços tendem a ser mais em conta.

Por exemplo: a região de Bonito, no Mato Grosso, tem uma estrutura enxuta para receber visitantes, além do fato de que existem restrições para a preservação ambiental que limitam o número de pessoas nas atrações naturais. Sendo assim, a reserva dos passeios deve ser feita com bastante antecedência e os custos podem ser altos.

Já em cidades sem grandes atrativos naturais, mas com boa malha hoteleira e enorme disponibilidade de voos, como São Paulo, é possível encontrar ótimas opções por valores bem mais baratos do que nos destinos populares, como as regiões litorâneas.

Compre passagens com milhas

Quem quer economizar numa viagem deve sempre estudar a possibilidade de utilizar suas milhas aéreas para adquirir passagens. Essa é uma das melhores maneiras de conseguir embarcar para os destinos mais buscados gastando menos.

As milhas são pontos que os passageiros acumulam quando voam por uma empresa aérea. O cliente deve ser associado ao programa de milhagem da companhia para que esse crédito seja computado.

O valor ganho em cada viagem varia de acordo com a distância, se é um destino nacional ou internacional e a qual categoria do plano de milhas você pertence. Quando atinge um determinado número de milhas acumuladas, o cliente pode trocá-las por passagens aéreas.

Dicas para escolher os destinos ideais

Quando estiver fazendo um roteiro de viagem, é preciso ter atenção a uma série de questões para ter uma jornada inesquecível.

Escolha destinos mais próximos de casa

Para aproveitar de verdade uma viagem, os destinos escolhidos devem ser próximos de onde você mora.

Deslocamentos mais curtos aumentam o tempo para curtir o destino escolhido. Afinal, ninguém quer passar a maior parte do feriadão preso em aeroportos e aviões, não é?

Se quiser ir para o exterior, escolha países vizinhos ao Brasil

Quem quer aproveitar uma viagem para o exterior durante o feriado, tem que escolher um destino pertinho do Brasil. Lembramos que uma jornada mais longa, como para os EUA e a Europa, acaba sendo contraproducente, pois uma grande porção do tempo de folga será usado para cumprir o trajeto.

A sugestão é dar preferência para os países vizinhos ao Brasil, que dependendo da região em que você mora, ficam a poucas horas de voo.

As regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste ficam mais próximas da Colômbia, do Peru, Equador e da Bolívia. Ao passo que o Sudeste e o Sul do nosso país são vizinhos da Argentina, do Uruguai, Paraguai e Chile.

5 sugestões de destinos para visitar nos feriados

Como dito, as folgas dos feriados têm um número de dias bem reduzido, por isso o indicado é buscar por destinos que fiquem a poucas horas de avião do local em que você mora.

Além de optar por lugares próximos, é importante que o destino tenha atrativos que possam ser aproveitados nesses poucos dias.

Para ajudar nessa difícil tarefa que é planejar uma viagem durante um feriado, vamos sugerir, a seguir, 5 destinos fáceis de conhecer no Brasil e em nossos vizinhos sul-americanos, para onde é possível até viajar sem passaporte:

1. Argentina

Nossos hermanos argentinos têm muitos encantos, que podem ser explorados em três ou quatro dias de um feriadão.

Capital do país, Buenos Aires fica a menos que 3 horas de voo partindo de São Paulo, por exemplo. A cidade guarda uma arquitetura clássica, com edifícios de design no estilo europeu, além de seus icônicos cafés e livrarias.

Depois de passar por uma revitalização completa, a região de Porto Madero, às margens do rio da Plata, é destino certo para os visitantes. Um ótimo passeio é aproveitar a bela vista do local enquanto saboreia o melhor do churrasco argentino nos restaurantes da região.

2. Chile

Aos pés das Cordilheiras dos Andes, o Chile tem uma ótima qualidade de vida. O crescimento econômico das últimas décadas fez desenvolver toda uma estrutura de turismo, que recebe milhões de visitantes todos os anos.

Em Santiago, a vibrante e desenvolvida capital do país, é possível apreciar toda uma rede de museus, galerias de arte e espaços culturais totalmente gratuitos. Os destaques ficam para o Museu Nacional de Bellas Artes e o Centro Cultural Gabriela Mistral.

Entre os meses de junho e agosto, as estações de esqui, que ficam a poucos quilômetros de Santiago, estão cheias de visitantes brasileiros. Todos querem saber como é a sensação de rolar e brincar na neve fofinha que cai nas montanhas chilenas.

3. Nordeste brasileiro

A região costeira do Nordeste do Brasil é uma ótima opção para viagens curtas. A grande malha hoteleira e as diversas opções de voos tornam possível uma aventura de quatro dias, contando com o traslado até lá.

Cidades como Salvador, Recife, Aracaju, João Pessoa, Natal, Maceió e Fortaleza têm muitos atrativos turísticos, tanto naturais quanto culturais. Mesmo quem pretende viajar sozinho no Brasil, vai perceber que essas capitais são lugares perfeitos para fazer novas amizades.

Uma grande vantagem do Nordeste é a possibilidade de viajar para lá em qualquer estação, já que o sol e as altas temperaturas predominam na maior parte do ano.

Na baixa temporada, entre os meses de abril e setembro, você encontra as viagens com o melhor custo-benefício, já que a procura é menor.

4. Rio de Janeiro

Cartão-postal do Brasil, o Rio de Janeiro continua sendo um lindo lugar para visitar. A combinação da natureza com a geografia das áreas urbanas proporcionam as paisagens que atraem turistas de todo o mundo.

Por ser uma das principais cidades do país, recebe um grande fluxo de voos, que partem de todas as regiões. Ou seja: é muito fácil chegar e sair do Rio por meio de seus dois aeroportos.

Essa facilidade de locomoção e o grande número de atrações concentradas na zona sul da cidade são convidativos para viagens até de apenas dois dias.

Dá para aproveitar a praia de Copacabana pela manhã, e depois curtir outros pontos turísticos, como o Cristo Redentor, o Bondinho do Pão de Açúcar e os bairros de Santa Tereza e Urca.

5. São Paulo

A maior cidade da América do Sul é uma metrópole em que tudo acontece. São Paulo é conhecida por ser um grande polo cultural, que reúne as mais diversas manifestações artísticas de todos os cantos do mundo.

Sampa também abriga milhares de restaurantes de cozinhas das mais variadas, desde os tradicionais pratos do Brasil até a mais alta gastronomia, com casas que sempre figuram no badalado Guia Michelin.

Mesmo sem grandes atrativos naturais, a cidade que não para tem uma ampla rede de parques e áreas de lazer, que atraem os paulistanos e os turistas todos os dias do ano. Uma das novidades que têm chamado a atenção dos visitantes é a possibilidade de acampar no alto de alguns dos arranha-céus da cidade.

A cidade tem a melhor malha de transportes urbanos do país, então, passear por todos os lados de São Paulo é bem fácil. Claro que uma “selva de pedra” como essa não pode ser totalmente explorada em apenas três ou quatro dias, mas é possível fazer um grande número de excelentes atividades em um mesmo dia.

Viu só como é possível fazer uma viagem durante um feriado? Basta fazer um bom planejamento, pesquisar bastante as opções e partir para aproveitar essa aventura maravilhosa que é botar o pé na estrada o ano todo.

Agora que você já sabe quais são os principais passos para curtir um feriadão longe de casa, dê uma olhada neste outro conteúdo que preparamos. Nele, você vai ficar sabendo tudo o que precisa para comprar passagens aéreas usando milhas. Boa viagem!

Comentários

Deixe um Comentário